Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Jogadores do Atlético-MG reclamam de falta de sorte contra o xará

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O Atlético-MG desperdiçou várias chances contra o xará goianiense nesse domingo e perdeu a oportunidade de voltar à vice-liderança do Brasileiro, situação que deixou os jogadores do Galo chateados. Esse foi o caso do goleiro Victor, que afirmou que o empate por 2 a 2 foi enganador pelo volume de produção dos alvinegros durante a partida.

“Resultado muito enganador. A gente jogou em cima, no campo do Atlético-GO. Infelizmente a bola cismou em não entrar. Agora é pensar em duas vitórias nos dois próximos jogos”, disse Victor, já pensando nos duelos contra Botafogo e Cruzeiro, na última rodada.

O zagueiro Leonardo Silva atribuiu o resultado ruim à falta de sorte da equipe mineira e a alguns erros de arbitragem, que na visão do defensor prejudicaram o Galo. Para sustentar sua opinião, o zagueiro atleticano lembrou que foram várias bolas na trave e que o Atlético-MG teve que arriscar cerca de 15 finalizações para anotar dois gols.

“A bola não quis entrar. Eles recuaram, ficaram no contra-ataque. Mas a equipe lutou. Em dois chutes eles fizeram dois gols. Nós em 15, marcamos dois. Foi muita bola na trave. Infelizmente não deu mesmo. A gente tem que ver primeiro para depois falar. Mas eu acho que no Bernard ele foi tocado por trás e no Berola, tem que ver, mas ele foi desequilibrado. Acho que foi pênalti”, declarou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade