Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Lavezzi presta depoimento e admite conversas com filho de mafioso

Nápoles (Itália)

O atacante argentino Ezequiel Lavezzi, do Paris Saint-Germain, prestou depoimento nesta quarta-feira e confirmou às autoridades que interagia com o filho do mafioso Antonio Lo Russo. O atleta admitiu que manteve relações com o parente do criminoso ao longo de sua passagem pelo Napoli e disse ter até jogado videogame em uma de suas confraternizações.

“Eu o conheci como um torcedor do Napoli e às vezes ele até foi à minha casa. Chegamos a jogar videogame juntos e, se me lembro bem, cheguei a vê-lo no estádio. Eu não achei nada estranho, porque na Argentina é comum os jogadores interagirem com os torcedores”, disse o jogador, que foi intimado a prestar depoimento para esclarecer o seu envolvimento com a família de Lo Russo.

Lavezzi foi contratado pelo Paris Saint-Germain na última janela de transferências e custou milhões de euros aos cofres franceses. O atleta veio junto com Ibrahimovic e Thiago Silva, mas não conseguiu ter sucesso imediato no país. Em uma partida da Liga dos Campeões, o argentino se irritou ao ser substituído e chutou uma caixa de gelo no banco de reservas.

Presença certa na seleção de seu país, Lavezzi defenderá as cores da Argentina nesta quarta-feira, contra a Arábia Saudita. Contudo, a sua participação como titular ainda é incerta. A equipe de Alejandro Sabella conta com Higuaín e Di Maria para a posição, além de Lionel Messi, que está confirmado para o duelo contra o time do Oriente Médio.

AFP
Lavezzi atuou na última rodada do Francês: o PSG não foi bem contra o Montpellier e empatou por 1 a 1.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade