Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

‘Mortal’ na era MSI, ex-Timão Rosinei pode ser dispensado no México

Cidade do México (México)

Enquanto o Corinthians faz os últimos ajustes antes de embarcar para o Japão e disputar o Mundial de Clubes da Fifa, um ex-jogador do Timão passa por um momento totalmente distinto. Sob o argumento de excesso de lesões, o volante Rosinei entrou na lista de dispensas pelo América do México após eliminação da equipe no Torneio Apertura.

Nas semifinais da competição, o time da capital acabou sendo derrotado no placar agregado pelo Toluca e deu adeus às chances de título. Incomodada com o desempenho da equipe, que já havia fracassado na temporada passada, a diretoria americana divulgou uma relação com jogadores que poderão deixar o clube nos próximos dias.

Além do brasileiro, figuram na lista Armando Navarrete, Patricio Treviño, Jorge Reyes, Daniel Acosta, Pedro García, Isaac Acuña e Daniel Márquez. Sem o América, o Torneio Apertura terá Toluca e Club Tijuana, que despachou Club León na semi, como finalistas.

Revelado na base do Corinthians, foi peça importante no time comandado por Tite para fugir da parte de baixo da tabela e terminar o Campeonato Brasileiro em quinto lugar em 2004. A primeira temporada do volante no Parque São Jorge, porém, quase foi desastrosa, já que o Timão se salvou do rebaixamento no Campeonato Paulista somente com ajuda do rival São Paulo, que derrotou o Juventus por 2 a 1 na última rodada.

No ano seguinte, então com 22 anos, o meio campista teve de superar a concorrência das milionárias contratações feitas pela MSI. Por meio do iraniano Kia Joorabchian, o Corinthians trouxe Marcelo Mattos e Javier Mascherano, para a posição, mas Rosinei seguiu buscando seu espaço no clube. Em 2006 voltou a conviver com o fantasma do rebaixamento e, em 2007, disputou o primeiro semestre com o time que cairia para a Série B do Brasileiro.

Negociado com o Real Murcia, o volante teve passagem discreta em uma temporada no futebol espanhol e acertou seu retorno ao Brasil para defender o Internacional. Sem conseguir se destacar, Rosinei se aventurou no futebol mexicano e conseguiu boas apresentações pelo América em passagem que pode ser encerrada nos próximos dias.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade