Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( )

Ney abre mão da vice-liderança e já se contenta com uma vaga no G-4

Porto Alegre (RS)

A derrota por 2 a 1 para o Grêmio, no último domingo, comprometeu o planejamento traçado por Ney Franco nesta temporada. Antes adepto do discurso de que o São Paulo não iria priorizar nenhum campeonato, o técnico admitiu que o revés sofrido em Porto Alegre foi fundamental para o Tricolor adotar uma nova linha de pensamento e buscar apenas a vaga na pré-Libertadores antes de priorizar a Sul-americana.

“O Grêmio abriu sete pontos e eu vejo muita dificuldade para o São Paulo tirar isso em três jogos. Primeiramente nós temos que confirmar uma vaga na Libertadores através do Brasileiro e tem um jogo muito importante para isso no domingo. Vamos trabalhar o elenco e mobilizar o grupo dentro do Morumbi. A partir disso nos teremos tranquilidade para esperar as semifinais da Sul-americana”, avaliou o comandante.

Ney Franco havia estipulado a vice-liderança do Brasileiro como a principal meta desta temporada. Como uma conquista nacional na Sul-americana fará com que o número de clubes classificados para a Libertadores exceda o limite estipulado pela Conmebol, a classificação do quarto colocado do campeonato ficaria ameaçada.

Entretanto, a disparidade do Tricolor paulista para os demais clubes tornou a meta praticamente inalcançável. O time aparece com 59 pontos e teria que subtrair a vantagem de sete pontos aberta pelo Grêmio nos jogos contra Náutico, Ponte Preta e Corinthians.

Já na Sul-americana, o São Paulo pode se apoiar no bom retrospecto que manteve após as quartas de final. O clube visitou a atual campeão Universidad de Chile e venceu o confronto em Santiago por 2 a 0. No Morumbi, a equipe aplicou uma goleada por 5 a 0 sobre La U e avançou às semifinais com propriedade. O adversário na decisiva etapa virá através da partida entre Grêmio e Millonarios, da Colômbia.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade