Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

No jogo 100 em Brasileiros, Neymar lamenta não presentear torcida

Gama (DF)

O atacante Neymar completou, neste sábado, sua centésima partida em Campeonatos Brasileiros. Para apoiar seu ídolo e capitão na celebração desta marca, a torcida santista da cidade do Gama marcou presença no Bezerrão, mas voltou para casa sem ver um único gol do camisa 11. Pelo contrário, acabou conferindo a uma vitória do Atlético-GO, por 2 a 1, em partida válida pela 35ª rodada da competição.

Mesmo sem ambições, o Peixe abriu o placar aos 45 minutos do primeiro tempo, com Bruno Rodrigo concluindo de cabeça uma jogada com participação de Neymar. Nos últimos minutos, o Dragão virou o placar sob protestos do principal jogador do Santos, que acabou reclamando da arbitragem de Emerson de Almeida Ferreira. O capitão do time visitante ainda recebeu um cartão amarelo aos 40 minutos.

“É ruim perder, a gente não gosta, mas é futebol, essas coisas acontecem. O que não acontece é tomar chute na cabeça, pontapé sem bola, aí a gente não pode aturar. Tem que ver”, protestou Neymar, antes de agradecer à torcida que compareceu ao Bezerrão: “Eles estão de parabéns pelo carinho, mas infelizmente eu não consegui dar a vitória para eles e para o Santos”.

Neymar já é o 14º maior artilheiro da história do Santos, com 205 partidas disputadas. Sem quebrar nenhum recorde neste sábado, o atacante ainda precisa de quatro gols para igualar Serginho Chulapa e se tornar o principal goleador do Peixe em uma única temporada, após a Era Pelé. A três partidas do fim do Brasileirão, o objetivo de se aproximar de Fred na artilharia da competição (são 12 gols contra 17) não seduz mais o camisa 11: “Ficou difícil demais, o Fred é fera”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade