Futebol/Liga dos Campeões - ( - Atualizado )

Para garantir classificação no Grupo G, Barcelona enfrenta Celtic

Glasgow (Escócia)

Primeiro colocado na tabela de classificação do Grupo G da Liga dos Campeões, o Barcelona pode assegurar classificação nesta quarta-feira, às 17h45 (de Brasília), quando enfrenta o Celtic, em Glasgow (Escócia), em partida válida pela quarta rodada da chave. Para garantir um lugar nas oitavas de final, a equipe comandada por Tito Vilanova necessita triunfar diante do time alviverde.

O clube catalão mantém 100% de aproveitamento nesta edição da competição europeia e lidera o Grupo G, com nove pontos. Em caso de vitória nesta quarta-feira, ficará oito pontos a frente do Celtic, que não poderia alcançá-lo nos dois jogos que completam a fase. O lanterna Benfica, com um ponto, também não seria capaz de igualar o clube catalão, sendo que o único que ainda poderia ameaçar a primeira colocação seria o Spartak Moscou, que soma três pontos e precisaria triunfar nos três duelos restantes.

“Possivelmente, o jogo de amanha é o maior que nos resta neste ano”, disse Tito Vilanova, que descartou priorizar o torneio europeu. “O Campeonato Espanhol e a Liga dos Campeões são muito importantes. Não priorizaremos uma competição”, completou.

AFP
Barcelona pode conquistar quarta vitória consecutiva na Liga dos Campeões e garantir classificação

As principais dúvidas do Barcelona para o confronto desta quarta-feira estão no setor defensivo. Lesionados, o lateral-esquerdo brasileiro Adriano e o zagueiro Carles Puyol não poderão entrar em campo. O volante Sergio Busquets, que poderia ser improvisado para atuar na zaga, ainda cumpre suspensão pelo cartão vermelho recebido na partida contra o Benfica e também está impedido de atuar.

Recuperado de uma lesão no tornozelo sofrida em setembro, Piqué pode ser a novidade na zaga do Barcelona. Com isto, o defensor espanhol deve formar dupla com o argentino Javier Mascherano. Caso isso não aconteça, o camaronês Song deve ser recuado, atuar ao lado do atleta sul-americano e abrir vaga no meio-campo.

“Piqué esteve em uma grande nível nesta semana. É importante recuperar jogadores, seja da posição que for, mas especialmente na função de zagueiro. Quanto antes recuperarmos Piqué e Carles Puyol, melhor, porque é muito importante para o time ter atletas prontos para esta posição”, explicou.

A provável escalação do Barcelona para o embate em território escocês é: Victor Valdés; Daniel Alves, Piqué, Mascherano e Jordi Alba; Song, Xavi e Iniesta; Lionel Messi, David Villa e Pedro.

O Celtic, por sua vez, completou 125 anos de sua fundação nesta terça-feira. Para celebrar a data, o clube escocês espera obter bom resultado diante do Barcelona e dar importante passo rumo ao mata-mata da Liga dos Campeões. A vitória consolidaria o time alviverde na segunda colocação do Grupo G e manteria esperança de encerrar a primeira fase na liderança da chave.

AFP
Com apoio da torcida, Neil Lennon espera triunfar diante do Barcelona nesta quarta-feira, no Celtic Park

O treinador da equipe escocesa, Neil Lennon, está confiante em pontuar atuando dentro de seus domínios. Empolgado com a data comemorativa, o técnico norte-irlandês aposta no apoio dos torcedores presentes no Celtic Park para sair de campo vitorioso diante do clube catalão.

“Como resolver um problema contra o Barcelona? Você precisa atuar em seu melhor nível, com o máximo de concentração, muita intensidade e, às vezes, isso não é o suficiente”, frisou. “Mas, certamente teremos uma noite de casa cheia e nossos torcedores trarão energia para o jogo. Deve ser uma grande noite para o clube”, completou.

Para o confronto desta quarta-feira, Lennon não contará com os zagueiros Emilio Izaguirre e Thomas Rogne, e com o atacante James Forrest. Gary Hooper e Georgios Samaras seguem como dúvida. Todos os desfalques foram confirmados pelo treinador do Celtic, que explicou as lesões. “Izaguirre fez um exame e está fora por seis semanas. Rogne está com a panturrilha lesionada, enquanto Forrest ficará de fora por uma semana ou duas”, encerrou.

Sem vencer, Benfica tenta reação diante do Spartak Moscou

Com apenas um gol marcado nas três primeiras rodadas da Liga dos Campeões, o Benfica ainda não triunfou nesta edição da competição mais importante do futebol europeu. Em busca de encerrar o jejum, o time português mede forças com o Spartak Moscou, nesta quarta-feira, às 17h45 (de Brasília), no Estádio da Luz, em Lisboa.

Os meio-campistas Carlos Martins e Pablo Aimar, lesionados, não terão condições de entrar em campo. Outro desfalque é o sérvio Nemanja Matic, que deve ser substituído por André Almeida.

AFP
Em má fase no Grupo G da Liga dos Campeões, Benfica soma apenas um ponto na tabela de classificação da chave



Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade