Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Prestes a deixar Tricolor, Willian José diz sair "de cabeça erguida"

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Willian José está a menos de um mês de se despedir do São Paulo. Sem interesse em prorrogar seu contrato, a diretoria o liberou para negociar com outra equipe. Perto do adeus, o atacante vê como satisfatória sua passagem.

"Estou com a cabeça tranquila. Sei que fiz um bom trabalho aqui e saio de cabeça erguida. Agora vou dar continuidade no meu trabalho no próximo ano", diz o jogador de 20 anos.

Mesmo já falando como ex-são-paulino, o artilheiro tricolor na Copa Sul-americana, com três gols marcados, ainda deve atuar. Neste domingo, o técnico Ney Franco mandará a Campinas um time reserva para enfrentar a Ponte Preta.

Se o São Paulo avançar até a decisão do torneio continental, sua última oportunidade será em 12 de dezembro, data da segunda final. Depois disso, seu destino deverá ser o Santos, o que ele ainda não confirma. "Não está nada resolvido, vamos ver até o término do campeonato", desconversa.

Luiz Pires/VIPCOMM
Jovem atacante foi contratado no início da temporada passada e deixará o clube tricolor ao final do vínculo atual
Contratado no início da temporada passada, Willian José foi decisivo na fase anterior da Sul-americana ao anotar os dois gols da vitória por 2 a 0 sobre a Universidad de Chile, no jogo de ida, em Santiago, ocasião em que Luis Fabiano, dono da posição, era desfalque.

Apesar disso e dos elogios constantes de Ney Franco, com quem já havia trabalhado nos times de base da Seleção Brasileira, ele não caiu no gosto da torcida. Nesta temporada, foi vaiado antes até de entrar em campo. Esse foi um dos motivos que levaram à não extensão de seu vínculo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade