Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Roth confirma saída do Cruzeiro e minimiza discussões com presidente

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Após o presidente Gilvan de Pinho Tavares afirmar que o técnico Celso Roth não permanecerá na Toca da Raposa na próxima temporada, o próprio treinador também veio a público para confirmar que está mesmo de saída do clube mineiro. Roth comanda a equipe celeste nos próximos quatro jogos e depois terá que procurar outro emprego.

“Não estarei no Cruzeiro no ano que vem. Eu também já sabia. Já tivemos essa conversa há um bom tempo. Não permanecerei no Cruzeiro no ano que vem”, declarou Celso Roth, que se diz feliz por ter tido a chance de comandar um time como o Cruzeiro e que tem uma responsabilidade para cumprir até o final do Brasileiro.

“Temos uma responsabilidade muito grande com a história do Cruzeiro. Muita satisfação dirigindo o Cruzeiro. Infelizmente vim num momento em que não conseguirmos realizar o que gostaríamos. O torcedor do Cruzeiro teve a manifestação que teve pelo último jogo, que foi vergonhoso. O torcedor que está acostumado a ter vitórias foi em peso, e levamos aquele revés, tem que se manifestar mesmo, mas temos agora jogo do Bahia e eles têm que entender que é um jogo muito importante e esperamos que ajudem os jogadores”, comentou.

Questionado se fica alguma mágoa com o presidente Gilvan Tavares, já que os dois vêm se desentendendo há algum tempo sobre a permanência no clube, Roth procurou minimizar qualquer polêmica. “Não houve mal-estar, nós temos bom relacionamento com a diretoria. O que houve foram divergências de opiniões, o que acho absolutamente normal”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade