Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

São-paulinos valorizam igualdade conquistada pela equipe reserva

Campinas (SP)

O empate sem gols com a Ponte Preta contentou o técnico Ney Franco e seus comandados. Após a partida, disputada neste domingo, no Moisés Lucarelli, todos lembraram que o São Paulo atuou com uma equipe repleta de jogadores considerados reservas.

“É um empate satisfatório”, avaliou Ney Franco. “Apesar de termos montado o time com a expectativa de contar com outros resultados e tentar encostar na segunda colocação, foi a primeira vez que optamos por priorizar uma competição. Já estamos classificados para a Libertadores pelo Campeonato Brasileiro, então direcionamos as nossas atenções à possibilidade de título na Copa Sul-americana”, acrescentou.

O jogo contra a Ponte Preta também serviu para o treinador observar alguns atletas. O volante Casemiro, por exemplo, tentou aproveitar a oportunidade “na medida do possível”. “Estávamos sem ritmo de jogo”, salientou, também feliz com a igualdade obtida em Campinas.

“O time está de parabéns pela garra que mostrou. É difícil jogar contra a Ponte fora de casa, mas conquistamos um ponto importante. Vamos pensar na Sul-americana agora”, concluiu Casemiro.

Rubens Chiri/www.saopaulofc.net
Casemiro foi um dos jogadores que tiveram a chance de enfrentar a Ponte Preta neste domingo

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade