Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Técnico tenta controlar emocional do Palmeiras: “É o jogo da vida”

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

A semana de treinos fechados no Palmeiras serviu para o técnico Gilson Kleina dar uma atenção especial ao lado emocional dos jogadores. Sem esconder as variações táticas que pode fazer na equipe, o treinador tentou manter nos jogadores a ideia de que ainda é possível escapar do rebaixamento neste Campeonato Brasileiro.

“É o jogo da vida para nossa equipe, porque pode determinar aquilo que não queremos. Durante a semana, trabalhamos internamente dizendo que precisamos acreditar. Pela situação em que nos encontramos, vamos deixar a pressão na parte externa. Precisamos de tranquilidade e vamos nos agarrar a esse 1% de chance (de salvação)”, afirmou.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Técnico Gilson Kleina não quer que seu time se importe com os concorrentes neste domingo
Se for derrotado pelo Flamengo, neste domingo, em Volta Redonda, o Palmeiras será matematicamente rebaixado para a Série B. Além disso, mesmo em caso de triunfo, o Verdão cairá se Bahia e Portuguesa vencerem seus jogos. A expectativa de Kleina é que seu time não se importe com os resultados dos concorrentes e se concentre apenas em vencer o Rubro-negro.

“Nos jogos em nossos domínios, nós conseguimos tirar a comunicação do estádio, mas fora de casa não é possível. Mesmo se os resultados não estiverem ao nosso favor e forem informados em Volta Redonda, teremos de jogar pela história do Palmeiras, que tem camisa e tradição. Vamos viver os 90 minutos e, depois, analisaremos no vestiário os resultados dos outros”, ponderou.

O jogo do Palmeiras está agendado para 17 horas (de Brasília), ao mesmo tempo em que o Bahia enfrentará a Ponte Preta, no Pituaçu. Já às 19h30 de domingo, a Portuguesa duelará com o Grêmio, enquanto o Sport jogará contra o Botafogo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade