Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Verdão constata erros contra o Botafogo, mas evita apontar culpados

Araraquara (SP)

O elenco do Palmeiras deixou a partida com o Botafogo lamentando a série de erros, no empate por 2 a 2, em Araraquara (SP). No ataque, o time alviverde perdeu diversas oportunidades de gol com Patrick Vieira, Luan e Maikon Leite e, na defesa, o zagueiro Maurício Ramos vacilou nos dois lances em que o time carioca foi às redes.

Embora tenham constatado as falhas na Fonte Luminosa, os jogadores palmeirenses preferiram não apontar culpados. “O grupo é unido e fechado. Estamos juntos, e todo mundo errou. Não tem que buscar a falha de um ou outro, se não fizemos na frente, é porque erramos ao não marcar atrás. Temos que estar juntos. Vamos firmes, até o final”, decretou o capitão Marcos Assunção, acompanhado pelo zagueiro Henrique.

“Todos viram o jogo e sabem que tivemos alguns erros que não podem acontecer. Se tivéssemos feito a metade das chances que criamos, venceríamos a partida. Mas o erro é de todos, temos que acertar isso para não vacilar mais nestes próximos quatro jogos”, decretou o defensor, que voltou à zaga, com o desfalque de Thiago Heleno.

No primeiro gol botafoguense, Maurício Ramos fez o passe errado na intermediária de defesa e gerou contra-ataque, finalizado por Lodeiro. Depois, o camisa 15 perdeu a dividida com o uruguaio, que colocou na cabeça de Elkeson, quando os cariocas voltaram à frente. Sem citar nomes, o atacante Luan, que perdeu duas boas chances, ensinou como a equipe deve atuar nesta reta final de Brasileiro.

“Não tem o que fazer, é jogar como time pequeno agora. Temos que fazer assim. Se tiver que dar estourão para longe, vamos dar. E se tiver que fazer gol de bico, vamos fazer também”, decretou o camisa 11, autor de três gols durante toda a liga nacional.

Restando quatro jogos para o final da temporada, o time de Gilson Kleina volta a campo apenas no próximo domingo, para atuar com o líder Fluminense. Com 33 pontos ganhos, o Verdão é o antepenúltimo colocado no Brasileirão e está três pontos atrás do Sport, e quatro do Bahia, primeira equipe acima do grupo que estaria rebaixado para a Série B do próximo ano.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade