Adventure/Windsurf - ( - Atualizado )

Windsurfe segue fora das Olimpíadas e Bimba treinará kitesurf

Rio de Janeiro (RJ)

Os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro irão manter o programa  das competições de vela estabelecido anteriormente, exlcuindo o windsurfe da competição. A decisão, tomada durante reunião do Isaf (Federação Internacional de Vela), nesta sexta-feira, substitui a modalidade pelo kitesurfe.

Os 26 votos dos 38 totais não foram suficiente para reabrir o debate, ficando abaixo dos 75% exigidos. A notícia não foi boa para o carioca Ricardo Winicki, maior nome brasileiro do windsurfe, mas para Bimba, a vida segue: para disputar os Jogos Olímpicos pela quinta vez, ele irá treinar no kitesurfe.

“É uma nova modalidade, estou aprendendo a cada dia, a cada treino, sou do windsurfe, mas estou muito concentrado no objetivo de estar nos Jogos de 2016, na minha casa, andando de kitesurfe”, declarou o atleta.

Mesmo assim, Bimba não nega a decepção com a votação da Isaf. “Sabia que era muito difícil, mas havia uma esperança. Fiquei desapontado, o windsurfe é a minha vida, aprendi a amar o esporte quando tinha dois anos”, afirmou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade