Ginástica/Grand Prix de Ostrava - ( - Atualizado )

Arthur Zanetti ganha duas pratas em Ostrava, mas sai insatisfeito

Ostrava (República Tcheca)

Neste sábado, Arthur Zanetti elevou ainda mais o prestígio da ginástica brasileira e, na disputa do Grand Prix de Ostrava, na República Tcheca, o atleta conquistou mais duas medalhas de prata e aumentou sua galeria de conquistas. Zanetti ficou em segundo nas provas de solo, na qual somou 14,750, e de argola, sua especialidade, na qual ficou com a nota de 15,825.

Apesar das medalhas na última etapa da Copa do Mundo de ginástica, o medalhista de ouro nas Olimpíadas de Londres-12 não saiu muito contente. “Fiquei em segundo no solo (14,750) e gostei muito. Fiquei em segundo nas argolas também (15,825), mas não gostei”, disse. “Fiz a minha parte, mas acabou não dando muito certo. Não ganhei e meu objetivo era ganhar. Eu queria o ouro”, completou.

Eleftherios Petrounias, seu rival grego, ficou com o ouro nas argolas. Assim, o Zanetti aguarda a atualização do ranking até o final do ano para saber se vai terminar 2012 na liderança das argolas. Atualmente, o brasileiro lidera com 115, seguido pelo europeu, que soma 110.

“Terminar o ano em primeiro lugar dá um suporte melhor para entrar nas competições da próxima temporada como favorito, com um diferencial diante da arbitragem, faz diferença”, afirmou Zanetti.

Depois de uma temporada na qual entrou para a história da ginástica brasileira, conquistando a primeira medalha de ouro olímpica para o país na modalidade, Zanetti quer buscar o também inédito título mundial em 2013.

Encerrando sua participação na competição tcheca, Arthur Zanetti vai viajar para Stuttgart, na Alemanha, onde vai tentar ajudar a Seleção Brasileira na ginástica artística por equipes.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade