Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Bolívar desmente Fernandão no Inter: “Jamais me neguei a jogar”

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Em entrevista concedida à Rádio Guaíba nesta segunda-feira, o zagueiro Bolívar desmentiu que tenha se recusado a ficar no banco de reservas, como afirmara o técnico Fernandão neste domingo, após a derrota do Internacional para o Corinthians. O treinador chegou a passar o caso para a direção tomar as providências contra o defensor, pois, segundo Fernandão, “foi um ato de indisciplina”.

“Jamais me neguei a jogar, é algo inadmissível. Respeito a opinião dele, mas preciso deixar as coisas claras. Sempre estive à disposição, mas a opção do treinador era por outros jogadores”, afirmou Bolívar. “O chamado para a concentração foi na sexta-feira e, no sábado, tivemos uma conversa no gramado. Ainda existia a dúvida se o Juan ficaria à disposição. Então, eu acabei viajando, como sempre faço quando não sou convocado”, explicou o zagueiro.

Bolívar se disse amigo de Fernandão (os dois foram companheiros de time entre 2004 e 2006 no Beira-Rio), mas classificou como “muito infeliz” a declaração do técnico de que ele teria se recusado a ficar no banco na partida contra o Corinthians. “Jamais me neguei a jogar pelo Inter, clube que me deu oportunidade e me projetou. Sou profissional e tenho uma família a zelar, nunca pedi para não jogar”, completou.

O contrato de Bolívar com o Internacional vai até dezembro de 2013. O de Fernandão expira no final deste ano. Nenhum dos dois tem permanência assegurada no Colorado para a próxima temporada.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade