Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Inter não muda foco com queda de Mano e promete técnico nesta semana

Porto Alegre (RS)

A confirmação da demissão de Mano Menezes do comando técnico da Seleção Brasileira, na última sexta-feira, não alterou o foco do Inter na contratação de seu novo treinador. De acordo com Luciano Davi, vice-presidente de futebol do clube, o nome trabalhado na cúpula colorada é o mesmo de antes e o anúncio deve ocorrer até o final da semana.

Pressionando o presidente Giovanni Luigi a concretizar o acerto antes do Gre-Nal do próximo domingo e mantendo conversas com ‘o nome’ – que de acordo com informações internas é o de Dunga, antecessor de Mano Menezes na Seleção -, Davi ainda prometeu um choque no elenco após a derrota deste domingo, por 2 a 0, diante da Portuguesa. Luigi teria conversado informalmente com Mano, que pretende tirar férias após dois anos no comando da Seleção.

“O Inter não descarta nenhum treinador, inclusive o Mano Menezes, mas sabe bem qual quer. Havia um nome que garantimos ser a prioridade na quinta-feira e esse nome não mudou. O pré-requisito não é em relação a títulos na Seleção ou em clubes, mas que seja uma pessoa líder, que conheça o vestiário e venha para vencer”, afirmou o dirigente do Inter, deixando claro que Mano não é prioridade, mas pode ser procurado em caso de recusa de Dunga.

A respeito da atuação do Colorado na primeira partida sem o comando do demitido Fernandão, Luciano Davi prometeu interferir no trabalho de Osmar Loss antes do Gre-Nal: “Entendemos que tem que dar um choque no vestiário e é isso que pretendemos fazer. Tivemos que demitir o treinador e o Osmar vai ter só duas partidas para trabalhar na expectativa de um resultado positivo para fechar a temporada”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade