Motor/MotoGP - ( - Atualizado )

Stoner admite nervosismo e temor por queda em despedida da MotoGP

Valencia (Espanha)

O australiano Casey Stoner encerrou neste domingo sua carreira na MotoGP disputando o Grande Prêmio de Valência, última etapa do Mundial da categoria. Ele ficou com a terceira colocação, mas admitiu que durante a prova estava preocupado que sua lesão pudesse prejudicar seu desempenho e temeroso em cair e agravar ainda mais a contusão.

Stoner caiu nos treinos para o Grande Prêmio de Indianápolis, em agosto, e precisou passar por cirurgia no tornozelo esquerdo. Ele perdeu os GPs da República Tcheca, San Marino e Aragão, mas voltou a correr nas últimas quatro etapas do Mundial.

“Honestamente eu estava com medo de cair e de machucar ainda mais meu pé e nessas condições é ainda mais crítico. Tivemos muitas quedas hoje”, disse Stoner, referindo-se à pista molhada com trilhos de asfalto seco em Valência. “Eu não me sinto confiante com água, estou constantemente tenso e não pilotando como poderia, especialmente nessas condições”, explicou.

Stoner deixa a MotoGP com dois títulos do Mundial no currículo. Ele venceu a temporada passada e a de 2007 e era concorrente direto ao título de 2012, mas a queda em Indianápolis acabou com suas pretensões. O campeonato acabou vencido por Jorge Lorenzo, da Yamaha.

Em sete anos na MotoGP, Casey Stoner venceu 38 corridas, largou da pole position 39 vezes e subiu ao pódio em 69 ocasiões.

AFP
Casey Stoner andou na MotoGP pela última vez na carreira

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade