Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Barcos retorna ao Verdão e Kleina dá aviso: "Pode jogar Série B sim"

Gabriel Carneiro, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

Dois dias depois de ser vice-campeão do Superclássico das Américas pela seleção da Argentina, o atacante Hernán Barcos retornou nesta sexta-feira para a Academia de Futebol e realizou apenas fisioterapia. Enquanto o jogador chegava ao clube, Gilson Kleina passava seu recado em relação ao possível desejo do jogador em deixar o Palmeiras antes da disputa da Série B, para ter mais chances de disputar a Copa de 2014 por sua equipe nacional.

O risco de uma possível perda de visibilidade do Pirata não foi visto como uma preocupação pelo treinador. “Não vejo problema em nenhum disputar a Série B, pode jogar sim. Temos que falar em outra realidade, porque decretou rebaixamento. Ele está vivendo intensamente o Palmeiras. Quando conversar com o Barcos, vou pedir para um dos maiores ídolos, Marcos, que disputou a Série B e não deixou de jogar, mas fortaleceu, voltou muito mais ídolo. Por que o Barcos não pode fazer esse mesmo sentimento?”, discorreu o treinador.

Em 2003, pouco depois de ser campeão mundial com a Seleção Brasileira, o goleiro Marcos recebeu uma proposta do Arsenal, da Ingleterra, mas decidiu seguir na segunda divisão com o Palmeiras. A ideia dentro do Verdão é usar o exemplo do camisa 12, que anunciou sua aposentadoria no início deste ano, para convencer o argentino, autor de 28 gols na temporada, a ficar.

Depois de uma sondagem do futebol europeu, Barcos confessou que não sabia onde atuará na próxima temporada, cogitando também um encrudecimento da relação com os torcedores - este, porém, não deve ser um problema, já que o camisa 9 é tido como atual ídolo do clube. Arnaldo Tirone, presidente alviverde, comunicou nesta semana que o argentino não sairá. 

Com o rebaixamento definido com duas rodadas de antecedência, o Palmeiras já mostra pensar no planejamento do próximo ano, que ainda contará com as disputas do Paulista, Copa do Brasil e Libertadores. Mesmo que na segunda divisão, Kleina refutou imaginar que algum jogador de ponta tenha receio de atuar no clube paulista em 2013, assim como não descarta trazer jogadores que também atuaram em equipes rebaixadas nesta temporada.

“Tem muitos que virão disputar a Série B e vai ser um dos maiores currículos. Defendo esta instituição e não concordo que um jogador que caiu em outro clube não serve, porque não produziu lá. Não é assim que funciona. Aquele que vier tem que estar comprometido com todas as competições. Esse é meu pensamento. Não acho que disputar a Série B pelo Palmeiras seja desvalorizar”, completou o treinador.

Até o momento, apenas o lateral direito Ayrton, que jogou nesta temporada pelo Coritiba, foi anunciado pela diretoria alviverde. Com a fraca campanha na liga nacional, uma reformulação no elenco é esperada, salvo alguns nomes, além de Barcos, como de Wesley, além dos jovens João Denoni e Patrick Vieira.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade