Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Com “oração e corrente positiva”, Gilson Kleina crê em milagre

São Paulo (SP)

Contratado em setembro deste ano com intuito de evitar o rebaixamento do Palmeiras, o treinador Gilson Kleina aposta na fé como fator importante para o clube alviverde se manter na primeira divisão do Campeonato Brasileiro. O técnico lamentou as chances desperdiçadas no empate por 2 a 2 com o Botafogo, neste domingo, mas destacou que acredita em manter o time paulista na elite do futebol nacional.

“Com o que está tendo de oração e corrente positiva, esse milagre vai acontecer. Trabalho, conversa e transparência, estamos colocando isso a todos. Isso acontece. Não sei se podemos acreditar em fase, perdemos muitos gols. Os que estão lá em cima não tiveram tantas chances como nós. Não é toda hora que precisamos ser agressivos. Neste momento, os adversários buscam jogar no nosso erro”, disse.

Após o empate com o clube alvinegro, o Palmeiras se manteve na 18ª colocação na tabela de classificação do torneio, com 33 pontos, mas aumentou sua desvantagem em relação ao primeiro time fora da zona de rebaixamento, Bahia. A equipe tricolor superou a Portuguesa por 1 a 0, no Canindé, e chegou aos 40 pontos, obtendo sete pontos de vantagem em relação à agremiação alviverde.

Faltando quatro rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, Gilson Kleina planeja triunfar em todas as partidas para evitar o rebaixamento. O treinador acredita que esta projeção seja possível de ser realizada, já que o Palmeiras tem apresentado evolução nos últimos jogos.

“A equipe está crescendo, está mais coesa. Mas quando assumimos esta situação, todos os fatores foram agregados. É igual quando você pega uma mulher divorciada, você tem todo o pacote. Estamos trabalhando, se estivéssemos em uma situação mais tranquila, estaríamos falando de uma vitória. Precisamos administrar a situação”, encerrou.

Na sequência do torneio nacional , o clube alviverde deixa Araraquara e mede forças com o Fluminense em Presidente Prudente, neste domingo, às 17 horas (de Brasília). Kleina, que mostrou cansaço ao término do duelo com o Botafogo, confia em vitória diante do time tricolor, que lidera o torneio, com 73 pontos.

“Não é tristeza, sai extenuado, joguei junto. Foram muitos gols perdidos, então assim vemos uma semana trabalhada escapando. Quando a coisa está ruim, fica complicado mesmo. Pode ter certeza, como comandante, vou refletir para trazer força. Vamos buscar força em um lugar inexistente e falar ao Palmeirense que enquanto tivermos vida, vamos lutar. Temos certeza que essa nuvem que está no Palestra Itália, no CT, em Araraquara, Presidente Prudente, uma hora vai assoprar e sair”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade