Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Gilson Kleina se diz indignado com oportunidade perdida no Rio

Marcos Guedes Volta Redonda (RJ)

Gilson Kleina respirou fundo antes de começar a sua entrevista no estádio Raulino de Oliveira. Após mais uma partida em que o Palmeiras viu a vitória perto e se complicou, o treinador atribuiu aos “deuses do futebol” o empate com o Flamengo em Volta Redonda.

“Estou com o sentimento mais tranquilo agora. Quando saí do campo, eu estava indignado. Pelo jogo que fizemos”, disse o técnico, que precisou lidar com uma lista interminável de baixas e ainda perdeu Tiago Real durante a partida.

“Um monte de desfalques, um monte de problemas, que só aumenta. Fizemos o gol. Aí a bola foi chutada, resvalou e mais uma vez tomamos o gol dessa forma. Para explicar o que aconteceu, só os deuses do futebol”, acrescentou.

Depois de fazer 1 a 0 em chute de Vinícius, justamente o substituto de Tiago Real, o Palmeiras teve ao menos duas oportunidades claras para definir a partida. Nas duas ocasiões, a bola caiu no pé de Maikon Leite e não chegou à rede de Paulo Victor.

“Ninguém queria esse resultado. Foi injusto. Tivemos uma equipe desmantelada, mas que teve brio”, disse o comandante, com uma única solução para o momento complicado vivido pelo Verdão: “Agora é enfrentar a realidade”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade