Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Kleina reencontra mentor Abel, mas diz: “Cada um tem seus objetivos”

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

A luta do Palmeiras contra o rebaixamento reservou um duelo ingrato ao técnico Gilson Kleina. Na partida deste domingo, o treinador alviverde reencontrará seu mentor no futebol, Abel Braga, que dirige o Fluminense na busca pelo título do Campeonato Brasileiro.

Kleina iniciou a carreira como auxiliar direto de Abel, mas a amizade antiga não faz o palmeirense imaginar um jogo mais fácil no domingo, no estádio Eduardo José Farah, em Presidente Prudente.

“Sou muito grato pela oportunidade que ele me deu e pelo caráter dele, mas cada um tem seus objetivos. Vamos enfrentar uma equipe que sofreu três derrotas no campeonato de oito meses. Fico feliz por isso estar acontecendo na vida de um grande amigo, mas seremos adversários no domingo e vou trabalhar com meus problemas e objetivos, assim como ele lá”, afirmou.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Gilson Kleina iniciou a carreira como auxiliar técnico de Abel Braga, atual comandante do Fluminense
A próxima rodada do Brasileirão pode decretar o título do Fluminense e a queda do Palmeiras, dependendo ainda de uma combinação de resultados. Para evitar a derrota, Kleina usará o conhecimento que recebeu justamente do treinador adversário.

“O Abel é muito estudioso, vi isso no tempo em que trabalhamos no Coritiba, na França, no Atlético-MG, no Botafogo... Ele vive o dia a dia do clube e absorvi isso também. É um treinador que pensa muito no atleta, muitas vezes até sendo prejudicado por isso, mas faz o grupo agregar”, ponderou.

Elogiado pelos atletas do Palmeiras, Kleina se espelha no trabalho de seu mentor. “Ele é uma pessoa muito franca e transparente, que fala com o coração e não manda recado. Muitas vezes, o jogador não entende na hora, mas, no dia seguinte, volta com a cara limpa”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade