Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Mesmo suspenso, Barcos assume papel de líder para incentivar garotos

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O atacante Hernán Barcos esteve no estádio do Pacaembu na tarde de domingo, apesar da suspensão automática por acúmulo de amarelos que tinha de cumprir na partida contra o Atlético-GO. O argentino foi ao local por conta própria e, antes de a bola rolar, conversou com os jogadores mais jovens no vestiário.

A atitude fez o técnico Gilson Kleina exaltar a liderança do Pirata, comparando sua iniciativa à ida do volante Marcos Assunção a Volta Redonda no dia do empate contra o Flamengo. Na ocasião, o meio-campista estava lesionado.

“Mais uma vez, o Barcos mostrou sua grandeza de estar junto, foi a mesma coisa que o Marcos Assunção fez no Rio de Janeiro. Os dois abraçaram a causa e querem fazer o Palmeiras vencedor novamente”, afirmou.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Suspenso, Barcos esteve no Pacaembu, conversou com o elenco e assistiu à partida das tribunas
Depois da conversa com o elenco, Barcos subiu às tribunas do Pacaembu e observou atentamente à derrota por 2 a 1 para o Atlético-GO. No intervalo, o jogador ainda posou para fotografias ao lado de torcedores.

Com contrato até 2015, o Pirata já demonstrou temor em se distanciar da seleção argentina se disputar a Série B pelo Palmeiras. Porém, aos poucos, o atacante ameniza o discurso e deixa aberta a possibilidade de continuar no Verdão. O gerente de futebol alviverde, César Sampaio, reitera que o atleta só deixará o Palestra Itália caso haja uma compensação financeira.

“Ele tem contrato conosco e esperamos que cumpra. Caso isso não aconteça, o Palmeiras tem de ser remunerado, seja por empréstimo ou venda. Teria de ser um valor proporcional à importância dele”, afirmou.

Dois clubes do exterior já manifestaram interesse pelo jogador (Independiente-ARG e Fiorentina-ITA), mas a multa rescisória do argentino é de 15 milhões de euros (cerca de R$ 40 milhões). O certo é que o Pirata tem retorno confirmado ao time para a partida contra o Santos, sábado, na rodada de encerramento do Brasileirão.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade