Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Sem pretensões, Santos e Palmeiras buscam motivação na despedida

Rodrigo Martins e Luiz Ricardo Fini Santos (SP)

Um clássico entre Santos e Palmeiras geralmente é cercado pelo ambiente de decisão e rivalidade. Porém, neste sábado, nenhum dos oponentes tem qualquer pretensão no encerramento do Campeonato Brasileiro. Às 19h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, Peixe e Verdão buscam ao menos uma despedida honrosa neste fim de competição.

O já rebaixado time de Gilson Kleina quer pelo menos interromper uma série de cinco jogos sem vitórias na temporada. Ao contrário da rodada passada, quando colocou o time repleto de garotos, o treinador aposta agora em uma base reforçada por atletas mais experientes, como o atacante Hernán Barcos, que cumpriu suspensão automática, assim como o volante Márcio Araújo e o zagueiro Román.

O zagueiro Maurício Ramos está quase recuperado de lesão muscular e vai jogar no sacrifício, permitindo que Artur volte a atuar como lateral direito. Independentemente da situação do Verdão no campeonato, Kleina acredita na disposição de seu time neste sábado.

“O jogador já tem de estar motivado só por vestir a camisa do Palmeiras. Sabemos o que representa este último jogo, que é contra o Santos, dando uma responsabilidade muito forte pela nossa profissão”, ponderou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
O atacante Hernán Barcos está de volta ao time neste sábado, depois de ter cumprido suspensão
Um dos escolhidos para atuar, o jovem atacante Vinícius quer agarrar a chance, para iniciar com mais confiança o ano de 2013. “Desde a hora em que entro em campo, tenho muita motivação para ir bem. Qualquer jogador gostaria de vir para cá e ajudar a tirar o Palmeiras nessa situação”, argumentou o garoto, formado nas categorias de base do Verdão.

Antes mesmo desta rodada de encerramento, o Palmeiras já começou a reformulação do elenco. Leandro, João Vitor, Daniel Carvalho, Betinho e Obina são os primeiros dispensados, enquanto outros 11 atletas estão à disposição para serem negociados: os jovens goleiros Pegorari e Carlos, os laterais Fabinho Capixaba, Luís Felipe e Gerley, os zagueiros Leandro Amaro e Wellington, o volante Tinga, o meia Patrik e os atacantes Daniel Lovinho e Tadeu.

Já o Santos tem a volta do atacante Neymar, que cumpriu suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo no empate com o Corinthians. No entanto, o técnico Muricy Ramalho tem dois desfalques importantes no meio-campo para o confronto com os alviverdes. Os volantes Henrique, que fez uma cirurgia no púbis, e Adriano, suspenso pelo terceiro amarelo, não estão disponíveis para a partida.

Desta forma, o treinador se viu obrigado a dar uma chance ao jovem volante Alan Santos. Pouco utilizado no elenco profissional, o jogador tem contrato até maio de 2013 e pode dar um passo importante para a sua permanência, com uma boa atuação no clássico.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Atacante Neymar será o responsável por comandar o Santos no clássico na Vila Belmiro
Além do meio-campo, mesmo com a volta de Neymar à equipe, o ataque não estará completo. Isto porque, o centroavante André foi outro a receber o terceiro cartão amarelo e, desta forma, não poderá enfrentar o Palmeiras. O argentino Miralles, recuperado de lesão no músculo posterior da coxa esquerda, é o favorito para ser escalado ao lado do craque santista. O jovem Victor Andrade, com menos chances, também está na disputa.

Sobre o duelo, o volante Arouca espera uma partida difícil, independentemente do fato de a situação do Verdão na Série A ser irreversível. “Muitas pessoas dizem que vai ser um amistoso, mas não é bem assim. Mesmo no jogo contra o Corinthians, não foi frio como muita gente imaginou. Aquele foi um clássico muito disputado, com os dois times buscando a vitória. Acredito que contra o Palmeiras vai ser a mesma coisa. Até porque, muitos jovens devem ser testados pelo Palmeiras e eles vão querer mostrar trabalho para a comissão técnica deles”, ponderou.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
SANTOS X PALMEIRAS

Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 1º de dezembro de 2012, sábado
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SP)
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Júnior e João Bourgalber Nobre Chaves (ambos de SP)

SANTOS: Rafael; Bruno Peres, Bruno Rodrigo, Durval e Juan; Alan Santos, Arouca, Felipe Anderson e Patito Rodríguez; Neymar e Miralles (Victor Andrade)
Técnico: Muricy Ramalho

PALMEIRAS: Raphael Alemão; Artur, Maurício Ramos, Román e Juninho; Márcio Araújo, Correa, Bruno Dybal e Mazinho; Vinícius e Barcos
Técnico: Gilson Kleina

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade