Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Tirone isenta Felipão por rebaixamento: “Ele não é culpado”

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O técnico Luiz Felipe Scolari participou da montagem do elenco do Palmeiras nesta temporada e também dirigiu a equipe até o início do segundo turno, mas não foi apontado pelo presidente Arnaldo Tirone como culpado pelo rebaixamento neste Campeonato Brasileiro.

“Mantive o Scolari por muito tempo e não me arrependo, ele não é culpado de nada. Foi procurado na casa dele em Portugal para treinar o Palmeiras e deu o sangue aqui pelo título da Copa do Brasil. Depois, o Kleina também foi procurado para vir para cá e, se depender de mim, tem de continuar”, afirmou.

Contratado em 2010 pela gestão anterior (de Luiz Gonzaga Belluzzo), Felipão deixou o Palmeiras depois da derrota contra o Vasco, dia 12 de setembro, quando a equipe já estava na zona de rebaixamento.

Para substituir o pentacampeão, a diretoria alviverde tinha como preferência Jorginho, que não quis sair do Bahia. Paulo Roberto Falcão e Emerson Leão também foram cogitados, mas o acerto foi com Gilson Kleina, que estava na Ponte Preta.

Apesar do rebaixamento, o atual treinador recebe elogios no clube. Wlademir Pescarmona e Décio Perin, que são pré-candidatos à presidência, já se manifestaram a favor do comandante. Já Tirone acredita que Kleina conseguiu melhorar o desempenho da equipe.

“Ele fez inovações no time, que está com a pegada da Copa do Brasil, mas a sorte não nos acompanhou”, lamenta o mandatário.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade