Futebol/Campeonato Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Paraná bate o CRB em Maceió e se livra do risco de degola

Maceió (AL)

Em um jogo tecnicamente muito fraco, o Paraná Clube conseguiu arrancar uma vitória fora de casa, por 2 a 0, diante do CRB, em pleno Estádio Rei Pelé, e se garantiu matematicamente na Série B do Campeonato Brasileiro para próxima temporada. O Galo, por sua vez, se complica na luta contra o rebaixamento, com 33 pontos na 18ª colocação.

Precisando dos três pontos e contando com o apoio do torcedor, a equipe alagoana tentava impor o ritmo de jogo. Aos quatro minutos, Luis Paulo pegou sobra de bola e bateu pela linha de fundo, perdendo uma boa chance. Dois minutos depois, Luis Paulo arriscou de fora da área e a bola passou com perigo. Aos poucos o Tricolor da Vila equilibrava as ações e despontava no campo de ataque.

Aos 16 minutos, Fernandinho cobrou escanteio, Lúcio Flávio dominou e levantou totalmente errado. Tecnicamente o jogo era fraco, truncado no meio campo. Aos 21 minutos, Luisinho partiu para a jogada individual para tentar resolver, e esticou demais a bola. Boa oportunidade para o Paraná, aos 25 minutos, com Ricardo Conceição abrindo espaço e batendo com efeito, no ângulo, pela linha de fundo.

A partida era um verdadeiro festival de passes errados. Aos 30 minutos, Lúcio Flávio cobrou falta e Alex Bruno testou firme para defesa de Cristiano. Luis Carlos só voltou a trabalhar aos 38 minutos, depois de chute forte de Jadílson que o camisa 1 paranista segurou bem. O jogo era tão monótono que o árbitro sequer precisou dar acréscimo ao final dos 45 minutos.

Arte GE.Net
Depois do intervalo, nenhuma mudança. Nem nos times nem no ritmo da partida. Aos sete minutos, Geovane cobrou falta e Luis Carlos foi buscar para defender. O CRB tinha mais ação e, ainda que timidamente, buscava o gol. Aos 12 minutos, aproveitando cochilo da defesa, Geovane ficou na frente do goleiro paranista, que fez ótima intervenção.

O técnico Roberval Davino colocou em campo Ronaldo e Aloísio Chulapa para aumentar a pressão. Aos 17 minutos, Jadílson arriscou a batida e carimbou a defesa, ganhado escanteio. Aos 23 minutos, Ronaldo invadiu a área e Anderson, com um carrinho, derrubou o jogador. O árbitro marcou a penalidade. Na cobrança, Geovane parou em Luís Carlos. O técnico Toninho Cecílio sacou Lúcio Flávio para a entrada de Packer, tentado fechar os espaços pelo meio.

A mexida deu certo e, aos 31 minutos, Douglas Packer recebeu de Luisinho e bateu com categoria para o fundo das redes e abriu o placar. Desesperado, o CRB foi todo para o ataque, mas o Tricolor paranaense se fechou e conseguia administrar bem. Aos 38 minutos, Marquinhos girou na área e foi derrubado por Marcinho Guerreiro. Pênalti. Na cobrança, Wellington Silva mostrou como se faz e balançou as redes para garantir os três pontos.

Na próxima rodada, o CRB vai a Fortaleza, onde no sábado encara o Ceará, no Estádio Presidente Vargas. Já o Paraná Clube terá pela frente, no mesmo dia, o Ipatinga, na Vila Capanema.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade