Futebol/Brasileirão Série C - ( - Atualizado )

Técnico do Paysandu comemora acesso e afirma: "Foi com o coração"

Belém (Pará)

Depois da derrota para o Macaé, por 3 a 2, neste sábado, no Rio de Janeiro, pela volta das quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro, o técnico do Paysandu, Lecheva, comemorou o revés, que garantiu o time na Série B de 2013. O treinador elogiou o seu trabalho no clube, afirmando que o “coração” foi um dos fatores que ajudaram os bicolores na classificação às semis.

“Eu peguei a equipe em um momento difícil. Só se falava em rebaixamento. Mas consegui olhar nos olhos de cada jogador e alimentar os seus sonhos”, disse o comandante, que se aposentou dos gramados em 2009 (era meia) e encarou o primeiro trabalho como técnico neste ano, justamente com o Papão, onde teve grande passagem como atleta.

Criticado por alguns torcedores durante esta campanha na Terceira Divisão, Lecheva desabafou. “Sempre tem alguém para falar algo da gente. Mas ninguém pode falar mal do Lecheva porque ele não se dedicou”, garantiu. “Eu faço muitas coisas com o coração, principalmente quando se trata do Paysandu. Coloco as minhas coisas de lado e perco até a faculdade”, revelou.

Garantido na próxima edição da Série B, após seis anos amargando divisões inferiores do Nacional, a equipe paraense agora mira o título, que seria inédito para a história do clube (o Paysandu tem dois Campeonatos da Série B, em 1991 e 2001). O adversário nas semifinais já está definido: é o Icasa, que passou pelo Duque de Caxias nas quartas.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade