Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Muricy não vê facilidades com rebaixamento e alerta para o Figueira

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

Mesmo com o Santos não almejando mais nenhum grande objetivo no Campeonato Brasileiro, o técnico Muricy Ramalho rejeita qualquer tipo de acomodação da sua equipe para o jogo contra o Figueirense, neste sábado, a partir das 19h30 (de Brasília), na Vila Belmiro. O treinador alertou os seus comandados para os perigos de enfrentar um time já rebaixado para a Série B, como aconteceu com o Peixe na derrota para o lanterna Atlético-GO, no último sábado, no Gama (DF).

“É difícil, mas os jogadores precisam entrar em campo determinados, para que cada um dê o melhor de si. Faltam três partidas para acabar a temporada e temos que procurar apresentar o nosso melhor futebol. Vamos tentar fazer isso amanhã (sábado). Não importa se o adversário foi rebaixado. Eles têm que ser respeitados, pois são profissionais. E nós temos que fazer a nossa parte”, explicou Muricy.

O comandante alvinegro, porém, destaca que as últimas rodadas do Brasileirão não vão servir para que ele faça avaliações sobre atletas que podem permanecer ou deixar o clube praiano, visando a próxima temporada.

Segundo Muricy Ramalho, o planejamento já está traçado, em conjunto com a diretoria, nesse sentido. “Vamos colocar em campo o que nós temos de melhor. Agora, você não muda a opinião sobre um jogador em três jogos. Você não vai preferir esse ou aquele por causa disso (reta final do Brasileiro)”, concluiu.

O Santos está na 12°posição na Série A, com 46 pontos ganhos, e não irá disputar a próxima edição da Copa Libertadores da América.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade