Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Presidentes se falam por permanência de Bernard nos moldes de Neymar

Gabriel Carneiro, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

Homenageado nesta segunda-feira em função do trabalho realizado para manter o atacante Neymar no Santos até 2014, o presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro havia entrado em contato com Alexandre Kalil, do Atlético-MG, horas antes do evento realizado na sede da Aceesp (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo), para falar sobre Bernard, principal revelação do Campeonato Brasileiro deste ano.

A intenção de Laor no contato telefônico que manteve com Kalil foi prestar solidariedade e ajudar a manter o jogador destaque do Galo no futebol brasileiro em 2013. O meio-campista de 20 anos é alvo do CSKA-RUS e Dinamo de Kiev-UCR, que teriam oferecido valores distantes da multa rescisória de 70 milhões de euros, mas próximos da exigência da equipe e de seus empresários.

“Acabei de ligar para o presidente Kalil e disse a ele que, se quiser segurar o Bernard, estou pronto para ajudá-lo e fornecer know how. Isso porque ele é um talento que está sendo assediado por outros clubes, mas tem um potencial incrível para se transformar em jogador de Seleção Brasileira”, disse o presidente que recusou uma oferta do Chelsea por Neymar, em 2010, no valor da multa.

Além de Alexandre Kalil, Laor prometeu fazer mais duas ligações nesta segunda-feira: a primeira para Mário Gobbi, presidente do Corinthians, que receberá dicas de logística para a disputa do Mundial de Clubes, e outra para o próprio Neymar, que tem ouvido argumentos do presidente para acertar sua permanência no Santos após a Copa do Mundo de 2014.

Montagem sobre fotos Divulgação
Laor ligou para Kalil e disse que pode ajudar no projeto de manutenção de Bernard no Atlético-MG

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade