Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Santos bate Figueira em noite inspirada de Patito e Felipe Anderson

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

O Santos encontrou poucas dificuldades para derrotar o já rebaixado Figueirense por 2 a 0, na noite deste sábado, na Vila Belmiro. Os meias Patito Rodríguez e Felipe Anderson tiveram grandes atuações e anotaram os dois gols do  jogo, válido pela antepenúltima rodada do Campeonato Brasileiro.

O triunfo levou os santistas, provisoriamente, para a nona colocação, com 49 pontos. Já o Figueira, que no próximo ano estará disputando a Série B, segue na penúltima posição, com apenas 30 pontos ganhos.

O Alvinegro Praiano volta a campo diante do Corinthians, no próximo sábado, às 19h30 (horário de Brasília), no Pacaembu. Enquanto isso, os catarinenses recebem o Grêmio, no dia 25, às 16 horas, no Orlando Scarpelli.

O jogo –Com os dois times jogando sem objetivos no Brasileirão, os primeiros minutos da partida tiveram poucos momentos de inspiração de ambas as partes.

A primeira boa chance de gol do jogo foi do Figueirense. Aos 21 minutos, em cobrança de falta pela esquerda, a bola encontrou a cabeça de Aloísio, que estava livre de marcação, mas o seu toque passou rente ao lado esquerdo da meta defendida por Rafael.

Os santistas tentaram responder dois minutos depois, porém, o argentino Patito Rodríguez foi travado na hora do chute pela zaga adversária, após grande lance individual do atacante Neymar.

Bem postado defensivamente no primeiro tempo e explorando os contra-ataques, o Figueira quase abriu o placar, aos 32. O jovem Bruno Nazário limpou a marcação e bateu de perna esquerda, procurando o canto direito do gol de Rafael. A bola saiu muito próxima a trave.

Ricardo Saibun/Santos FC
Santos obteve vitória tranquila com boas atuações de Patito e Felipe Anderson

Apesar dos sustos promovidos pelo adversário, o Peixe chegou ao gol, antes do intervalo. Aos 41, Felipe Anderson fez grande jogada pelo lado direito, deixou o seu último marcador no chão, antes de rolar para Patito Rodríguez, que teve rapidez de raciocínio para completar o lance de letra, sem chances para o goleiro Tiago Volpi.

Antes do fim da etapa inicial, o Santos quase marcou o seu segundo gol. Aos 44, Bruno Peres cruzou pela direita, Tiago Volpi não alcançou a bola e Neymar, que chegou pelo lado esquerdo da grande área, errou a finalização, desperdiçando uma boa oportunidade de ampliar a vantagem da equipe praiana.

Na volta para o segundo tempo, os donos da casa começaram buscando o segundo gol logo no primeiro minuto. Patito Rodríguez buscou o canto esquerdo de Tiago Volpi, que bem colocado fez boa defesa e evitou o segundo tento do meia argentino no confronto.

Aos oito, Neymar teve outra chance de fazer o segundo do Alvinegro Praiano. A Joia recebeu de Patito Rodríguez, tirou o zagueiro da jogada e finalizou para mais uma defesa do arqueiro rival.

Se nas duas primeiras oportunidades na etapa complementar o Santos não marcou, na terceira, enfim, o segundo gol saiu. Aos 18, Felipe Anderson roubou a bola e deu início a jogada, que contou com o passe de Neymar para Patito Rodríguez e o cruzamento do argentino para a área. A zaga catarinense desviou o passe, que mesmo assim sobrou para Felipe Anderson. O primeiro chute do meia foi defendido pelo goleiro, antes de o próprio Felipe Anderson completar para o fundo das redes.

Com o resultado praticamente definido, o Figueirense oferecia pouca resistência em campo e o Peixe, por sua vez, apenas administrava a vantagem.

Os santistas ainda tiveram um gol de Durval anulado pela arbitragem, aos 41, pois o impedimento foi marcado, alegando posição irregular.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade