Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Suspenso contra Corinthians, Neymar critica árbitro: "Me prejudicou"

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

O atacante Neymar recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória do Santos sobre o Figueirense, por 2 a 0, e não poderá atuar no clássico com o Corinthians, no próximo sábado, no Pacaembu. Logo após o apito final, a advertência do árbitro foi alvo da ira da Joia, que disparou contra Cláudio Francisco Lima e Silva (SE), na saída do gramado da Vila Belmiro.

"Foi pênalti? Eu quero saber. Preciso saber", disse Neymar, que com a resposta afirmativa de um dos repórteres, completou em seguida: "Então ele está de brincadeira. O juiz me tirou de um clássico importante, que eu queria e muito jogar. Mais uma vez o árbitro me prejudicou", desabafou.

No lance em questão, aos 23 minutos do segundo tempo, o camisa 11 do Peixe deu um chapéu no zagueiro Américo pela esquerda, acelerou em direção a área e caiu próximo a área, em disputa com o defensor do Figueira. O árbitro, porém, viu a jogada como um ato de simulação de Neymar.

"Chateado é pouco para falar o que estou sentindo. Queria estar em campo, ajudando o Santos, ainda mais por ser um clássico diante do Corinthians. Não pedi pênalti, falta, e nem nada. Mas a 'porrada' que eu sofri doeu", comentou o craque santista.

Por fim, Neymar voltou a lançar um apelo para que haja um maior diálogo entre atletas e árbitros, dentro de campo, durante as partidas. "É questão de ter bom senso. Eu não quis 'cavar' nada e fui punido. Também não acho que é uma perseguição. É assim com todos os jogadores. Agora, se você vai falar com ele é uma marra, uma arrogância danada. Acho que está faltando esse diálogo com a arbitragem mesmo. Seria muito bom para todo mundo", encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade