Futebol/Copa Sul-americana - ( - Atualizado )

Cortez pede São Paulo ligado para não ser surpreendido no Pacaembu

Tossiro Neto São Paulo (SP)

A vantagem de poder perder da Universidad de Chile por até um gol de diferença é perigosa, na visão dos são-paulinos. O time entende que a classificação pode ser ameaçada no Pacaembu se o adversário devolver o modo como foi derrotado em casa – no jogo de ida, os chilenos levaram o primeiro gol rapidamente, ainda na etapa inicial.

"Não podemos relaxar. Achar que tudo já está garantido pode nos atrapalhar", cobra o lateral esquerdo Cortez. "Vai ser um jogo muito difícil. O time deles tem qualidade, é o atual campeão da competição. Temos que entrar ligados nos 90 minutos para não ter que correr atrás do resultado depois".

No primeiro confronto, disputado na semana passada, em Santiago, Willian José definiu a vitória do São Paulo por 2 a 0 com 18 minutos do primeiro tempo, dez minutos depois de abrir o placar. Nesta quarta-feira, o atacante de 20 anos deve iniciar na reserva, já que Luis Fabiano será confirmado no time caso não acuse dores.

"Foi um jogo muito bom lá. Poderíamos ter matado o jogo (a classificação), não conseguimos. Agora temos que ter tranquilidade, a mesma personalidade que tivemos no primeiro jogo, a mesma vontade. Não podemos relaxar com essa vantagem", reforçou Cortez.

Quem passar do confronto entre São Paulo e La U terá pela frente, a princípio, o vencedor do duelo entre Independiente (Argentina) e Universidad Católica (Chile). No entanto, se São Paulo e Grêmio avançaram, as chaves serão dispostas de tal maneira que ambos se enfrentam, para evitar uma final entre clubes do mesmo país.

A preparação da equipe paulista para o compromisso decisivo se encerra na manhã desta terça-feira, no CT da Barra Funda, quando provavelmente os jogadores treinarão pênaltis, já que a vaga será decidida na disputa de penalidades se o time chileno vencer por 2 a 0.

Além de Luis Fabiano, outra dúvida na formação titular do São Paulo é Paulo Miranda. O zagueiro foi baixa nos dois últimos jogos em função de entorse no joelho esquerdo. Ele vinha sendo improvisado na direita e dará lugar mais uma vez ao lateral de ofício Douglas se não se recuperar a tempo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade