Futebol/Copa Sul-americana - ( - Atualizado )

Ganso começa novamente no banco de reservas em Santiago

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Ney Franco optou por levar Paulo Henrique Ganso ao Chile. Depois de atuar por 37 minutos em sua estreia pelo São Paulo, no último final de semana, o meio-campista voltará a começar no banco de reservas na partida de quinta-feira, contra a Universidad Católica, pelas semifinais da Copa Sul-americana.

“É a mesma metodologia usada contra o Náutico. A ideia é usá-lo durante o jogo”, afirmou o treinador, preocupado em deixá-lo à vontade dentro de campo. “O nosso planejamento é dar ritmo para o jogador.”

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Ganso vai repetir o roteiro da estreia, contra o Náutico, e começar no banco de reservas em Santiago
Como Ganso voltou a atuar no domingo após quase três meses de afastamento, a comissão técnica chegou a estudar a possibilidade de deixá-lo em São Paulo. Com uma semana livre para treinar, o camisa 8 poderia ter uma evolução maior em suas condições físicas.

Mas a preocupação é mesmo o ritmo. Ney Franco prefere pôr o meia para jogar no estádio San Carlos de Apoquindo, nem que seja apenas por alguns minutos, a deixá-lo apenas trabalhando no centro de treinamentos do Tricolor.

Os passes precisos do atleta são uma carta na manga do treinador para furar a retranca da Universidad Católica. A expectativa é um adversário muito mais defensivo do que foi a Universidad de Chile na etapa anterior da Sul-americana.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade