Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Luis Fabiano leva terceiro amarelo e se vê perseguido como Neymar

São Paulo (SP)

O atacante Luis Fabiano completou a série de três cartões amarelos na tarde deste domingo, na vitória por 2 a 1 sobre o Náutico, e está fora da próxima rodada do Campeonato Brasileiro, diante da Ponte Preta. Ainda no intervalo, o são-paulino se comparou ao santista Neymar, outro que costuma se dizer perseguido pela arbitragem.

"Não aconteceu nada. É impressionante como (os árbitros) vêm condicionados a me dar cartão amarelo. Igual contra o Grêmio. Nem relei no jogador e tomei cartão. Falar o quê? É Neymar, é Luis Fabiano... Estamos sempre sendo prejudicados", disse o camisa 9.

A jogada ocorreu no fim do primeiro tempo. Depois de ser desarmado e driblado pelo zagueiro adversário, Luis Fabiano o derrubou com falta dura, perto da área ofensiva. Os demais jogadores do Náutico foram para cima do são-paulino, e teve início então uma troca de empurrões, encerrada apenas com a chegada do árbitro Wagner Reway.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Atacante acredita que não merecia o cartão recebido
O são-paulino, porém, foi advertido mais pela falta do que pela confusão com os zagueiros do Náutico. O terceiro cartão amarelo o tira do confronto de domingo que vem, contra a Ponte Preta, em Campinas. Por outro lado, a lista de cartões ficará limpa para a última rodada, quando o São Paulo faz clássico contra o Corinthians.

Mas não foi apenas pelo cartão que Luis Fabiano ficou marcado neste domingo. Ele foi o autor do gol de empate, em cabeceio após cruzamento de Osvaldo, e também quem sofreu o pênalti convertido pelo goleiro Rogério Ceni. Foi, portanto, o grande nome da equipe tricolor na virada por 2 a 1, em dia de festa pela estreia de Paulo Henrique Ganso.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade