Futebol/Copa Sul-americana - ( )

Luis Fabiano se diz inteiro após 5 a 0: "Só saí para ser aplaudido"

Tossiro Neto São Paulo (SP)

A felicidade com que Luis Fabiano deixou o gramado do Pacaembu na quarta-feira já indicava que ele estava bem e não será problema para o duelo de domingo, contra o Grêmio, apesar de ter sido substituído no começo do segundo tempo da vitória por 5 a 0 sobre a Universidad de Chile.

O atacante, porém, tratou de assegurar presença em Porto Alegre. “Tranquilo. Vinha de um jogo muito pegado 90 minutos contra o Fluminense. Saí para ter um pouco mais de descanso, para não correr o risco de fadiga (muscular). Já estava combinado. Só voltei para o segundo tempo para sair aplaudido”, disse, rindo.

A escalação em sequência do camisa 9 tornou-se dúvida recorrente na temporada por causa de suas constantes lesões. No fim de semana, o técnico Ney Franco levantou hipótese de ele não participar do jogo contra La U, decisivo na Sul-americana, mas o departamento médico o liberou.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Camisa 9 tricolor saiu no começo do segundo tempo para ser preservado para a partida contra o Grêmio
Escalado como titular, ele deu sua contribuição no triunfo que colocou o São Paulo na semifinal anotando o terceiro gol do triunfo. No retorno do intervalo, com a vantagem de três gols no placar, não foi só ele quem deixou o campo mais cedo para ser preservado. O meia-atacante Lucas e o volante Denilson também saíram.

O adversário na semifinal do torneio ainda é desconhecido e só será confirmado no dia 15, no último duelo desta fase, entre Millionarios (COL) e Grêmio. Um dos dois, juntamente com Independiente (ARG) e Universidad Católica, pode ser o rival são-paulino, pelo fato de o regulamento proibir que dois clubes do mesmo país se enfrentem na final.

"Time que quer ser campeão não escolhe adversário. Daqui para frente, todos os jogos serão difíceis. Na Copa do Brasil, fomos eliminados pelo Coritiba, que, com todo respeito, não é uma grande potência do Brasil. Temos que jogar com respeito contra qualquer um, tentar ser melhor e ganhar o jogo", avalia o inteiro Luis Fabiano, que nesta quinta-feira completa 32 anos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade