Futebol/Campeonato Brasileiro Série A - ( - Atualizado )

Negueba diz que será um prazer reencontrar Ney Franco no São Paulo

Rio de Janeiro (RJ)

Envolvido na negociação do meia Cleber Santana com o Flamengo, o atacante Negueba voltará a ser comandado pelo técnico Ney Franco após ser emprestado ao São Paulo até dezembro de 2013. O jogador, de 20 anos, trabalhou com o treinador nas categorias de base da Seleção Brasileira e espera aproveitar a experiência acumulada no time canarinho para se firmar no Tricolor.

“Já estou de malas prontas. Conversei com meu empresário e vou para o São Paulo em janeiro. Vou trabalhar com o professor Ney Franco, que já me conhece, e eu também sei como ele trabalhar. Vai ser um prazer voltar a trabalhar com ele e espero que dê tudo certo”, comentou o atleta, em entrevista concedida à Rádio Brasil.

Mesmo com contrato até 2015 com o Flamengo, Negueba deverá se despedir do Rio de Janeiro nesta última rodada do Campeonato Brasileiro. O atleta chegou a ter uma transferência cogitada para o Avaí e acabou no Morumbi depois de o Rubro-Negro ter adquirido 70% dos direitos de Cleber Santana. A negativa dada aos catarinenses foi inclusive um dos motivos que levaram o atacante a não aparecer mais nas escalações de Dorival Júnior.

Divulgação/Vipcomm
Negueba é o primeiro reforço anunciado pela diretoria do São Paulo (Crédito: Bernardo Monteiro/Vipcomm)
“Perdi duas bolas e o Santos fez o gol. Depois desse jogo fui perdendo espaço e aconteceram várias coisas. Tentaram me emprestar ao Avaí, eu não quis, surgiu a proposta do São Paulo e estou muito feliz”, acrescentou Negueba, que chegou a rejeitar uma oferta do Sporting Lisboa antes de falhar diante do Peixe. O atleta teve participação negativa na partida vencida pelos alvinegros por 2 a 0, em 12 de setembro, na Vila Belmiro, e caiu em desgraça com os torcedores.

Sem remoer o passado, Negueba disse estar tranquilo com as críticas que recebeu e se disse pronto para aguentar a pressão no São Paulo. “Estou acompanhando todos os jogos vendo que a forma deles jogarem se encaixa com o meu futebol. Estou preparado para mais cobranças. No Flamengo a cobrança é muito maior e no São Paulo vai ser mais tranquilo. A Libertadores é uma responsabilidade muito grande e espero chegar lá para somar”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade