Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Pensando em fortalecer atual time, Ney Franco elogia Lucca e Aloísio

Thiago Bastos Ferri, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

A diretoria do São Paulo já pensa na montagem do elenco que disputará a temporada 2013, a qual pode significar o retorno do time à Copa Libertadores. Em reta final de Brasileiro e Sul-americana, dois jogadores do futebol catarinense chamaram a atenção no clube: o atacante Aloísio, do Figueirense, e do meia Lucca, do Criciúma.

Mesmo que não tenham sido escolhas do treinador, Ney Franco não teve problemas para aprovar os dois nomes. “O Lucca é uma observação da diretoria. Já conversamos e é um atleta interessante pela forma como gosto de montar as equipes, com velocidade pelos lados. Estávamos observando já antes da lesão e tem uma conversa com o Criciúma. Ele tem uma perspectiva enorme de crescimento”, elogiou.

“E o Aloísio os números deles mostram a qualidade, por ele estar brigando pela artilharia no Brasileiro. É interessante e passou pelos nossos critérios de avaliação também”, acrescentou o comandante, que já pensa em como irá suprir a ausência de Lucas, vendido para o Paris Saint-Germain, clube para o qual irá em janeiro.

Lucca é um dos destaques do Criciúma nesta Série B, mas sofreu uma lesão no joelho esquerdo em outubro, que o obrigou a passar por cirurgia. Ligado ao grupo DIS, assim como Ganso, a ideia é fazer com ele o mesmo que está sendo realizado com o ex-jogador santista: aproveitar o Reffis para ajudá-lo na recuperação. O DIS pode até adquirir seus direitos econômicos para repassá-lo ao clube paulista na próxima temporada.

O atacante do Figueirense, por sua vez, se destacou, apesar da fraca campanha de seu time, vice-lanterna do Brasileiro. Com 12 gols marcados, é o artilheiro do Alvinegro na competição, a cinco do atual líder na tabela de goleadores: Fred, do Fluminense. Com contrato até o fim do ano junto ao time catarinense, ele diz que uma proposta do São Paulo já está com seu empresário.

A chegada destes dois jogadores, porém, não força a saída de outros jogadores do atual elenco. “Nem conversamos em relação a dispensa. Temos no elenco muitos jogadores que interessam outros clubes, mas que têm qualidade, especialmente se estivermos na Libertadores. Na nossa cabeça, não passa a possibilidade de dispensar, pelo contrário. Temos é que trazer mais atletas para agregar”, decretou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade