Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

São Paulo faz pedido à CBF para não ter convocados no Superclássico

Thiago Bastos Ferri, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

Em reta final de Campeonato Brasileiro e Copa Sul-americana, o São Paulo mandou nesta sexta-feira um ofício à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), para que nenhum jogador seja convocado pelo técnico Mano Menezes, visando o Superclássico das Américas. A lista de relacionados para o confronto deve ser divulgada no dia 12 deste mês.

A partida entre as seleções Brasileira e argentina foi remarcada para o dia 21 de novembro, já que no dia 3 de outubro, quando o encontro deveria ocorrer, faltou luz no palco da partida, em Resistência, na Argentina. Agora, o confronto ocorrerá na Bombonera, em Buenos Aires. No jogo de ida, em Goiânia (GO), o time brasileiro venceu por 2 a 1 e tem a vantagem de ser campeão desta competição, que conta apenas com jogadores que atuam no futebol destes países.

Disputando o título da Sul-americana e sua permanência no G-4 da liga nacional, o técnico Ney Franco receitou a ideia para sua diretoria após ouvir o presidente da CBF, José Maria Marin. “Coloquei minha posição pelo o que ele (Marin) falou, que a equipe que quisesse a liberação tinha que mandar um ofício para CBF. Lembrei a diretoria sobre isso e acho prudente, porque não foi fácil chegar aonde chegamos”, explicou o treinador.

Na lista inicial, o São Paulo contou com quatro convocados: Rhodolfo, Jadson, Lucas e Luis Fabiano, todos titulares no time de Ney Franco. “Tivemos que usar força máxima o tempo todo, não abrimos mão de nenhuma competição. Se fiz minha parte dentro de campo, preservando no treino e expondo nos jogos, devemos aproveitar a oportunidade”, acrescentou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade