Futebol/Copa Sul-americana - ( - Atualizado )

Tricolor tenta finalizar serviço contra La U para passar à semifinal

Tossiro Neto São Paulo (SP)

A classificação do São Paulo para a semifinal da Copa Sul-americana está próxima. Às 21h50 (de Brasília) desta quarta-feira, a equipe recebe a Universidad de Chile podendo até perder por um gol de diferença depois de ter adiantado o serviço no duelo de ida, em Santiago, com surpreendente triunfo por 2 a 0.

Em vez do Morumbi, o mando de jogo será exercido no Pacaembu por causa da preparação para o show da cantora norte-americana Lady Gaga no estádio do clube, no domingo à noite. Mesmo se a partida fosse em casa de fato, os são-paulinos rejeitariam favoritismo.

"Cada jogo é um jogo. Temos que usar nossa crescente na temporada a favor, mas conter a empolgação para não deixar isso atrapalhar. Conseguimos um resultado significativo fora de casa e temos que saber jogar com o regulamento", diz o meia-atacante Lucas.

No jogo de ida, o São Paulo encontrou facilidade para construir a vitória no primeiro tempo – Willian José fez um gol aos oito e outro aos 18 minutos –, porém desacelerou. Até quando esteve com um jogador a menos, depois do cartão vermelho recebido por Mena, a equipe chilena conseguiu apertar para tentar diminuir a diferença.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Se for derrotado por apenas um gol de diferença, São Paulo de Lucas confirma classificação à semi
"Precisamos fazer, no mínimo, dois ou três gols no primeiro tempo para nos mantermos tranquilos no segundo", exagera o volante Denilson, ao tentar se justificar. "É uma equipe muito forte tanto física quanto tecnicamente. Eles continuaram nos pressionando mesmo após a expulsão. É a atual campeã da Sul-americana e merece respeito".

Desta vez, o ataque não terá Willian José. Luis Fabiano se recuperou de dores musculares, jogou no fim de semana e irá a campo também nesta quarta-feira. Apesar de o jovem atacante ter ido bem em território chileno, o artilheiro da temporada tem lugar cativo na equipe, agora sem Osvaldo, vetado por sentir incômodo muscular na coxa esquerda.

Sem o velocista ponta esquerda, o técnico Ney Franco optou por modificar ligeiramente o esquema tático da equipe. Podendo simplesmente escalar Ademilson no setor, o treinador confirmou a entrada do meia Maicon à frente da dupla de volantes. A alteração reforça o meio-campo, até porque a lateral direita mais uma vez não terá Paulo Miranda. O beque improvisado será substituto pela terceira vez seguida por Douglas após entorse no joelho esquerdo.

La U chegou ao Brasil confiante. Sem poder contar com Mena, expulso no primeiro confronto, mas tendo o restante de sua força à disposição, o time de Santiago acredita que possa reverter a situação desfavorável. Para passar de fase, precisa vencer por três gols de diferença ou devolver o 2 a 0 e confirmar a vaga nos pênaltis.

“Tem que ser um grande jogo tanto no ataque quanto na parte defensiva. Estamos com muita confiança em uma reviravolta. Temos a convicção de que nada é impossível e trataremos de reverter essa situação”, comenta o zagueiro e capitão José Rojas. “O elenco não veio passear no Brasil. Deixaremos tudo em campo”.

O duelo com o São Paulo é tão valorizado pelo técnico Jorge Sampaoli que seu time entrou com formação reserva no fim de semana, no clássico contra a Universidad Católica. Que, a propósito, pode ser o adversário da próxima fase se eliminar o Independiente, da Argentina. A disposição da tabela, porém, pode ser mudada para evitar uma decisão entre clubes do mesmo país.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X UNIVERSIDAD DE CHILE

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 7 de novembro de 2012, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Enrique Cáceres (PAR)
Assistentes: Milciades Saldivar e Hugo Martinez (PAR)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Wellington, Denilson, Maicon e Jadson; Lucas e Luis Fabiano
Técnico: Ney Franco

UNIVERSIDAD DE CHILE: Jhonny Herrera; González, Acevedo e Rojas; Matías Rodríguez, Aránguiz, Martínez (Marino), Cereceda e Lorenzetti; Ubilla e Gutiérrez
Técnico: Jorge Sampaoli

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade