Futebol/Copa Sul-americana - ( )

Um ano após cair com Ceará, Osvaldo comemora final pelo São Paulo

São Paulo (SP)

Para quem há um ano caiu no Campeonato Brasileiro, a reta final da atual temporada não poderia ser melhor. Depois de não conseguir evitar a queda do Ceará à segunda divisão nacional em 2011, Osvaldo transferiu-se para o São Paulo e, na próxima semana, tem pela frente a decisão da Copa Sul-americana, sua primeira final internacional.

"Nessa época, estávamos naquela luta para permanecer na Série A. Ia ter um jogo decisivo contra o Bahia, no fim de semana. A gente precisava vencer e torcer pela derrota do Cruzeiro", lembra o atacante. O Ceará não só não ganhou como ainda viu o clube mineiro golear o rival Atlético-MG e escapar do descenso.

"As coisas mudam muito rapidamente de um ano para o outro. Isso é futebol. Gosto do futebol por isso. Eu estava no Ceará no ano passado, e hoje estou prestes a ser campeão sul-americano. Isso é fruto de trabalho", comemora o camisa 17, que se firmou entre os titulares sob comando do técnico Ney Franco, no segundo semestre.

Para chegar à decisão do torneio, o São Paulo precisou eliminar Bahia, LDU de Loja, Universidad de Chile e, na quarta-feira, a Universidad Católica. O jogo mais recente, contra os chilenos, terminou sem gols e gerou muita expectativa tanto na torcida quanto no elenco de jogadores.

Segundo Osvaldo, o grupo não pensa em outra coisa. "Eu estava bastante ansioso para garantir essa vaga na final. Foi muito importante se classificar no Morumbi lotado. E agora a gente quer mais, quer o título. Todo jogador quer estar em uma final, e a gente pensa nisso a toda hora. Bate aquela ansiedade".

Com ou sem título, o são-paulino já chama atenção do mercado externo. Nas últimas semanas, quem demonstrou interesse em seu futebol foi a Roma. O jogador, porém, reiterou nesta quinta-feira que, apesar de contente pelo reconhecimento, pretende, por ora, continuar no clube.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade