Futebol/Seleção Brasileira - ( - Atualizado )

Felipão ironiza opinião de Ronaldo sobre o mau momento da Seleção

Helder Júnior São Paulo (SP)

O otimista Luiz Felipe Scolari não gostou de saber que Ronaldo, seu atacante na Copa do Mundo de 2002, considera o momento atual como o pior da história da Seleção Brasileira. Com o seu jeito debochado, o treinador ironizou a declaração do ex-jogador.

Ronaldo cobrou reciclagem na Seleção

“Não sei ao que ele se referiu: se é o pior momento para chutar a bola, para sentar à mesa e almoçar... Não sei. É preciso perguntar para ele”, desconversou Felipão, contratado nesta semana para suceder Mano Menezes na Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Ronaldo deu a declaração pessimista motivado pela ausência de brasileiros na relação final de indicados ao prêmio de melhor jogador do mundo em 2012. A Bola de Ouro da Fifa é disputada pelo argentino Lionel Messi, pelo português Cristiano Ronaldo e pelo espanhol Andrés Iniesta.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Luiz Felipe Scolari não gostou da opinião pessimista de Ronaldo sobre o nível do futebol brasileiro
Para não criar polêmica, Felipão fez questão de ressalvar que a sua resposta não se tratava de um ataque a Ronaldo. Na quinta-feira, em apresentação na sede da CBF, o técnico já havia enervado funcionários do Banco do Brasil ao dizer que trabalhar na instituição financeira equivalia a “sentar no escritório e não fazer nada”.

“Sempre faço colocações simplórias e tranquilas. Não tenho a intenção de agredir ninguém”, defendeu-se Felipão.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade