Futebol/Seleção Brasileira - ( - Atualizado )

Fred não acredita em mágoa de Mano: “Nenhum de nós é mau caráter”

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O atacante Fred chegou a acreditar que nunca mais seria convocado por Mano Menezes para a Seleção Brasileira. Em alta no Fluminense, o jogador até desabafou contra o treinador em agosto, mas voltou a figurar na lista do técnico para a disputa do Superclássico das Américas. Apesar de ainda não ter conversado com o comandante sobre o assunto, o jogador não acredita em resquício de mágoa nesta sua volta ao elenco do Brasil.

“Somos profissionais e temos o mesmo objetivo aqui, que é ganhar. Assim fica muito bom para todo mundo, porque não tem mau caráter da minha parte e nem da do Mano. Todo mundo aqui está querendo vencer”, afirmou o atleta, nesta segunda-feira, no primeiro dia de treinos do Brasil para o encontro contra a Argentina.

Mesmo sem arrependimento pelas declarações controversas, Fred explica que aprendeu a evitar novas polêmicas, até porque ainda precisa de tempo para se tornar presença constante nas convocações da Seleção.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Fred não se arrepende de desabafo por Mano Menezes e ainda não conversou com técnico sobre o assunto
“Não me arrependo de nada. Naquela situação, expus o que sentia, foi uma espécie de desabafo. Mas estou vendo que algumas declarações são desnecessárias, aprendi com isso e vou levar para frente. Não conversamos nada sobre este assunto, mas, se rolar, vai ficar entre nós”, acrescentou.

Artilheiro do Campeonato Brasileiro, Fred se destacou como principal jogador do Fluminense na conquista do título nacional e vinha tendo seu nome cobrado por torcedores. Esta também é a primeira convocação do atacante desde que seu pai, Juarez Pinheiro, revelou que o jogador simulou uma lesão para não defender o Brasil no ano passado.

A presença na lista do Superclássico é apenas o primeiro passo neste recomeço do atleta na Seleção, já que a partida envolve apenas quem atua no futebol nacional. O confronto contra a Argentina já deveria ter sido realizado no dia 3 de outubro, mas a falta de energia elétrica no estádio em Resistência impediu a partida. Como não estava na convocação do compromisso adiado, Fred ficou surpreso por ter sido chamado para o jogo desta quarta, no estádio La Bombonera.

“Fiquei surpreso, porque, para mim, ele manteria os convocados do jogo que não aconteceu. Mas sei do meu momento e estava me preparando. Agora, tenho de manter o bom trabalho”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade