Futebol/Seleção Brasileira - ( - Atualizado )

Romário elogia Felipão e Parreira, mas chama CBF de "incompetente"

São Paulo (SP)

Romário se dividiu entre críticas elogios ao comentar os rumores de que Luiz Felipe Scolari e Carlos Alberto Parreira devem ser anunciados nesta quinta-feira como técnico e coordenador da Seleção Brasileira, respectivamente. Os elogios, o Baixinho guardou para Parreira, seu treinador na conquista da Copa do Mundo de 1994, e Scolari. As críticas, o ex-atacante direcionou para a cúpula da CBF – formada pelo presidente José Maria Marin e o vice Marco Polo Del Nero – e para o último técnico da Seleção, Mano Menezes.

“Graças a Deus, esses incompetentes da CBF acertaram pelo menos uma vez. Desejo muita sorte ao meu amigo Parreira e ao Felipão. Tenho certeza que muitas coisas erradas que aconteceram deixarão de acontecer, vai acabar o cartel das convocações. Sob a ótica deles, eles vão convocar os melhores jogadores do momento”, escreveu em sua conta no Twitter, voltando a acusar Mano de convocar atletas que pudessem trazer ao treinador benefícios financeiros.

Romário fez ainda questão de sugerir que Marin e Del Nero seguissem o exemplo do ex-diretor de seleções da CBF, Andrés Sanchéz, que abandonou o cargo na manhã desta quarta. O dirigente optou por deixar o cargo após ter se posicionado contra a demissão de Mano Menezes, sem sucesso.

“Depois de o Sanchéz pedir demissão, o presidente e vice da CBF poderiam pedir também”, afirmou.

O novo técnico da Seleção Brasileira será anunciado em entrevista coletiva às 10h30 (de Brasília) desta quinta-feira, na sede da CBF, no Rio de Janeiro. Embora não haja confirmação oficial, a tendência é que Scolari e Parreira assumam, respectivamente, os cargos de técnico e coordenador.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade