Futebol/Seleção Brasileira - ( )

Ronaldo confia em bom papel da Seleção, e Marin despista sobre Mano

Thiago Bastos Ferri, especial para a GE.Net São Paulo (SP)

Membro do Comitê Organizador Local (COL) e jogador da Seleção Brasileira no título mundial de 2002, Ronaldo mostrou sua confiança na equipe de Mano Menezes. Após participar do evento que confirmou as seis sedes da Copa das Confederações de 2013, porém, o Fenômeno avisou que a cobrança sobre a equipe nacional será forte, tanto no ano que vem, quanto no Mundial de 2014, que também será realizado no País.

“Acho que podemos brigar com os campeões mundiais na Copa das Confederações (Itália, Espanha e Uruguai), apesar da cobrança na Seleção e aqui fala o ex-jogador. Estamos prontos e com certeza será um evento teste para o Brasil antes de disputar a Copa do Mundo. E jogando em casa, a pressão será muito grande”, afirmou o maior artilheiro em Mundiais, com 15 gols.

Na mesma mesa que tinha, além de Walter de Gregorio e Thierry Well, membros da Fifa, e o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, o presidente do COL e da CBF, José Maria Marin, o ex-camisa 9 brincou: “é pressão, né, presidente? Eu não estou jogando mais não, até emagreci, mas não dá para jogar (risos)”.

Marin, por sua vez, disparou: “e eu espero que você emagreça ainda mais”, seguido de uma risada do dirigente e um sorriso sem-graça de Ronaldo. Depois da opinião do ex-atacante, o presidente da CBF foi questionado sobre a situação do técnico Mano Menezes e se o gaúcho estaria garantido até o Mundial, daqui a dois anos.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Campeão mundial de 2002 e membro do COL, Ronaldo acha que a Seleção pode brigar pelo título em 2013
A resposta do mandatário, porém, foi evasiva. “Vamos deixar passar o Natal, ver os amistosos. É um momento alegre! O Ronaldo já se manifestou sobre isso. Hoje (quinta) tratamos das sedes e foram boas notícias para todos nós. Vamos aguardar o futuro”, completou Marin.

Por ser a anfitriã da Copa do Mundo, a Seleção Brasileira não disputa as Eliminatórias para a competição. Com isso, resta a Mano Menezes apenas amistosos para montar sua equipe, visando as competições oficiais de 2013 e 2014. Também por isso, o time brasileiro está em posição modesta no ranking da Fifa: 13º, bem distante da ponteira Espanha.

Até o final deste ano, o Brasil atuará em mais duas oportunidades: no dia 14 de novembro, em amistoso contra a Colômbia, em Nova Jersey (EUA). Uma semana depois, a equipe volta a enfrentar a Argentina, pelo Superclássico das Américas, em jogo atrasado da competição entre os rivais sul-americanos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade