Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

A três pontos do alívio, Sport já torce por tropeços de Bahia e Lusa

Florianopolis (SC)

Anteriormente, o discurso do técnico Sérgio Guedes e do grupo de jogadores do Sport era visando à salvação do rebaixamento com ‘as próprias pernas’. Neste domingo, em Florianópolis, a equipe pernambucana viu o drama do Figueirense ao cair para a Série B de perto, mas não conseguiu sair do empate por 1 a 1. Para as próximas rodadas, a expectativa é de tropeços dos concorrentes diretos.

Com 37 pontos, o Sport está na 17ª colocação, dentro da zona de rebaixamento, mas ainda na condição de perseguidor mais direto de Bahia e Portuguesa, que somam três a mais. O Palmeiras, que poderia encostar nesta 35ª rodada, foi derrotado em Presidente Prudente pelo campeão Fluminense, e está perto do descenso com quatro pontos de distância em relação ao Leão da Ilha do Retiro.

“É um resultado muito ruim para a gente, porque estávamos precisando da vitória de verdade”, lamentou o atacante Felipe Azevedo, titular do esquema ofensivo do Sport, mas ainda acreditando na salvação: “Agora tem dois jogos em casa, então temos que vencer essas duas partidas e torcer por tropeços dos rivais mais diretos pra pensar em ficar na Série A. O esforço vai ser até o fim”.

O próximo compromisso do Sport será domingo, na Ilha do Retiro, diante do Botafogo, que briga com o São Paulo pela quarta vaga na Copa Libertadores de 2013. A sorte da equipe pernambucana são os adversários da sequência: Fluminense e Náutico, que não devem entrar em campo com titulares. Enquanto isso, o Bahia terá pela frente Ponte Preta, Náutico e Atlético-GO e a Portuguesa duela contra Grêmio, Inter e Ponte.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade