Tênis/Copa Davis - ( - Atualizado )

Capitão da Espanha na Davis coloca tchecos como favoritos na final

Praga (República Tcheca)

O ex-tenista Alex Corretja, atual capitão da Espanha na Copa Davis, coloca a República Tcheca na condição de favorita ao título. A final do tradicional torneio por nações será realizada entre os dias 16 e 18 de novembro em uma quadra rápida coberta armada na capital Praga.

“Não somos favoritos. Jogando em Praga e contra jogadores do nível de Stepanek e Berdych, acho sinceramente que não somos. Não vou falar de porcentagens, mas digo que os favoritos são eles”, afirmou Corretja, campeão do torneio com a Espanha em 2000.

Sem Rafael Nadal, o capitão convocou David Ferrer, Nicolas Almagro, Marcel Granollers e Marc Lopez para o confronto decisivo contra os tchecos. Ao tentar fugir do favoritismo, Corretja lembrou que seus pupilos têm o piso de saibro como especialidade.

“Nós gostamos das superfícies mais lentas, nas quais você pode desgastar o adversário, mas é lógico que eles coloquem uma quadra mais rápida do que o normal. O perigo reside em que eles estão acostumados a jogar em quadras cobertas, com um estilo de jogo mais plano e direto”, analisou.

AFP
Segundo Corretja, o fato de os tchecos terem decidido o piso da decisão os coloca como favoritos ao título da Davis
A equipe tcheca, capitaneada por Jaroslav Navratil, conta com Tomas Berdych, Radek Stepanek, Lukas Rosol e Ivo Minar. Um dos trunfos do time espanhol no confronto é a dupla formada por Marcel Granollers e Marc Lopez, campeões do cobiçado ATP Finals.

“O Marcel e o Marc jogaram muito bem durante toda a temporada, mas a dupla no Circuito da ATP é muito diferente da Copa Davis. Eles estão preparados para ganhar o seu ponto e têm que estar convencidos de que podem vencer Berdych e Stepanek. Será um jogo muito difícil”, declarou.

Sem Nadal, Corretja também demonstra confiança em seus tenistas de simples. “O Ferrer e o Almagro são os jogadores que mais demonstraram e é um luxo poder contar come eles. Tenho certeza que vão dar 100%. Eu só posso pedir entrega, atitude e vontade”, afirmou.

A Espanha domina a Copa Davis com ampla vantagem na última década, já que venceu em 2000, 2004, 2008, 2009 e 2011 – a equipe ainda perdeu as finais de 1965, 1967 e 2003. Já a República Tcheca foi campeã em 1980 e caiu nas decisões de de 1975 e 2009.

Então liderada pelo astro Rafael Nadal, a Espanha venceu justamente a República Tcheca na final de 2009 ao abrir 3 a 0 com o triunfo nas duplas. Nos últimos seis anos, apenas uma equipe ganhou o título como visitante, a própria Espanha, algoz da Argentina em 2008.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade