Tênis/Rankings - ( - Atualizado )

Título do ATP Finals deixa Djoko em situação confortável no ranking

Londres (Inglaterra)

A conquista do ATP Finals, nesta segunda-feira, aumentou ainda mais a vantagem de Novak Djokovic na liderança do ranking mundial da instituição. Derrotando o vice-líder Roger Federer na decisão, o sérvio somou 1500 pontos contra 800 do suíço e chegou aos 12920 somados, 2655 à frente do rival.

Quem também abriu vantagem importante no ranking foi Andy Murray. Semifinalista do torneio, o britânico somou 400 pontos e consolidou-se na terceira colocação da lista, conquistada com a lesão que tirou o antigo dono do posto, o espanhol Rafael Nadal, de combate durante praticamente todo o segundo semestre.

Com 8000 pontos, Murray vive situação confortável. Prejudicado por sua lesão, Nadal soma apenas 6975 e é ameaçado pelo compatriota David Ferrer, que tem 6430. A sexta colocação é deTomas Berdych, ameaçado pelo argentino Juan Martin del Potro, que soma 4480 pontos, apenas 125 atrás do tcheco. Completam o top 10 Jo-Wilfried Tsonga, Janko Tipsarevic e Richard Gasquet.

Melhor brasileiro da lista, Thomaz Bellucci se manteve na 32ª colocação, mas pode figurar no top 30 da próxima divulgação caso seja campeão invicto do Challenger Finals, disputado em São Paulo. Fora do top 100, Rogerinho Silva ganhou quatro colocações e é o 124º, enquanto Thiago Alves é o 131º. Último brasileiro entre os 200 melhores, João Souza, o Feijão, é o 136º.

AFP
Bicampeão do ATP Finals, Djokovic terminou a temporada na liderança pela segunda vez seguida

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade