Vôlei/Superliga Feminina - ( )

Zé Roberto espera melhora na defesa e entrosamento para Amil embalar

André Sender São Paulo (SP)

Recém-criado, o Vôlei Amil, time comandado por José Roberto Guimarães, estreou na Superliga feminina surpreendendo o favorito Sollys/Nestlé fora de casa, mas nesta terça-feira sofreu sua primeira derrota na competição. A equipe caiu diante da Unilever, de Bernardinho, e seu treinador acredita que o entrosamento das atletas e o sistema defensivo são pontos fundamentais que precisam melhorar para o time brigar pelas primeiras colocações do torneio.

Apesar de ter no currículo apenas a disputa de um Campeonato Paulista, torneio em que foi vice-campeão perdendo a final para o Sollys, o Amil já é apontado como terceira força da Superliga. Com o tricampeão olímpico Zé Roberto Guimarães no comando, o time apostou em uma mescla de jogadoras jovens e estrangeiras consagradas para sua primeira temporada.

“Vamos continuar trabalhando o sistema defensivo. A reação ao bloqueio, que contra o Sollys foi muito bem, acabou não acontecendo hoje. A gente tem que continuar evoluindo. O importante é entender onde a gente errou para fazer evoluir”, disse Zé Roberto logo após a derrota em Campinas, lamentando também os erros de saque cometidos.

Mesmo com 3.200 torcedores presente a seu ginásio, o Amil não resistiu à Unilever, que jogou de forma mais regular e venceu por 3 sets a 1, parciais de 25/23, 25/21, 20/25 e 25/15. O time carioca é o segundo colocado da competição nacional com seis pontos conquistados em por duas vitórias em duas partidas. 

Outro ponto importante para o Amil ganhar consistência para a disputa da Superliga, torneio com 18 rodadas na primeira fase, é o entrosamento. A oposto búlgara Vasileva, apesar de destaque na derrota contra a Unilever com 18 pontos, fez apenas sua segunda partida com a equipe. Na primeira, contra o Sollys, atuou apenas um set, sem pontuar.

“Hoje a Vasileva já entrou e jogou, mas não está tão entrosada com o time. Ela entrou bem atacando, só que a Jú Nogueira e a Pri Daroit sentiram um pouco o jogo. Não adianta ter uma ou duas jogando bem, é preciso que todo o time gire, faça seu trabalho”, afirmou o treinador campeão das Olimpíadas de Londres-2012 com a Seleção Brasileira feminina.

Até a próxima partida na Superliga, o Amil tem poucos dias de trabalho. O time volta à quadra já nesta sexta-feira, quando enfrenta o Rio do Sul, fora de casa. Na próxima semana, o Sesi e o São Bernardo são os adversários.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Falhas defensivas e falta de entrosamento foram problemas do Vôlei Amil contra Unilever

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade