Atletismo/Sargento Gonzaguinha - ( - Atualizado )

Atletas da Gonzaguinha ressaltam preparação para São Silvestre

Bianca Mascara, especial para a GE.net São Paulo (SP)

A manhã deste domingo foi marcada pela realização da 46ª edição da corrida Sargento Gonzaguinha. O lugar mais alto do pódio foi ocupado pelos representantes do Continente Africano, mas a prova serviu como uma boa preparação brasileira para a não menos tradicional 88ª Corrida Internacional de São Silvestre.

A edição de 2012 da corrida que encerra os eventos esportivos do ano será realizada pela manhã e não mais durante a tarde, como nos anos anteriores. A mudança foi aprovada pelos atletas que se preparam para a competição.

“A Gonzaguinha é uma boa preparação. Acho que a São Silvestre de manhã será bem melhor, a gente já está mais acostumado com corridas de manhã e acredito que vai ser bom”, comentou Sirlene Sousa de Pinho, segundo colocada neste domingo, com o tempo de 56min12s. “Eu vou tentar chegar entre as dez primeiras”, projetou a melhor brasileira na corrida Sargento Gonzaguinha. A vencedora da disputa feminina foi a queniana Ednah Mukhwana.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Sirlene foi a melhor brasileira na corrida Sargento Gonzaguinha e pretende estar entre as dez melhores na São Silvestre

Pouco menos ambiciosa, Valdilene dos Santos Silva, terceira colocada, espera terminar a São Silvestre entre as 15 melhores. “Na São Silvestre eu quero ir melhor, porque é uma prova grande, com muitos atletas. Ano passado, eu fiquei em 22º lugar e este ano pretendo terminar entre as 15”, afirmou a atleta, que também aprovou a largada mais cedo.

“Com certeza, a Gonzaguinha serve de preparação. Principalmente para os atletas de elite, a corrida de manhã será mais agradável, pois já estamos acostumados, a maioria das provas que a gente participa é de manhã. O clima também é melhor”, ressaltou Valdilene.

Único representante brasileiro no pódio masculino, Rafael Santos de Novais ainda não decidiu se correrá a 88ª São Silvestre, pois está focado em fazer uma preparação para as disputas de 2013. “Ainda não sei se vou participar, preciso decidir com o meu treinador o que é melhor. Vai depender dele, mas eu gostaria de fazer uma preparação para o ano que vem”, contou o segundo colocado na Sargento Gonzaguinha. Entre os homens, o etíope Belete Assefa foi o campeão e Abubaka Hussen Hamisi foi o terceiro colocado.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade