Atletismo/Corrida Internacional de São Silvestre - ( - Atualizado )

Mosquito da dengue chega novamente em último na São Silvestre

Bianca Mascara, especial para a GE.net São Paulo (SP)

O ditado que afirma que os últimos serão os primeiros não funciona para Levi Chaves, que entra na prova com o objetivo oposto aos atletas do pelotão de elite. Fantasiado de mosquito da dengue, ele participa da Corrida Internacional de São Silvestre visando o último posto.

“É emocionante, o importante é participar sempre e por na cabeça que vai chegar”, afirmou Levi. Ele também foi o último a cruzar a linha de chegada no ano passado e garante que sempre percorre os 15 quilômetros com esse objetivo, mas chegar em último também requer algumas técnicas.

“Eu faço metade da corrida de costas animando os que me ultrapassam”, contou. “Venho sempre vestido de dengue porque eu quero conscientizar a população”, completou o corredor de 47 anos. Ele veio de Osasco para participar da São Silvestre pela 15ª oportunidade.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade