Atletismo/Sargento Gonzaguinha - ( - Atualizado )

Preparação para SS, Gonzaguinha reúne 5 mil atletas neste domingo

São Paulo (SP)

Tradição e técnica marcam a 46ª edição da 15k Sargento Gonzaguinha/Corrida de São Paulo, que acontece neste domingo, dia 16 de dezembro. A partir das 7h30, cerca de 5 mil corredores participam da disputa, que percorrerá as principais ruas e avenidas da Zona Norte da capital paulista, A largada e a chegada serão no Centro de Capacitação Física e Operacional (Escola de Educação Física da Polícia Militar), na Avenida Cruzeiro do Sul, 548, Canindé, São Paulo, próximo ao Metrô Armênia.

Haverá ainda uma corrida de 3 km e uma caminhada HCor com a mesma distância, ambas começando às 7h45. A programação prevê neste sábado a entrega do kit e do chip descartável, das 8h às 17h, no Ginásio da Escola de Educação Física da Polícia Militar.

Neste ano, a Elite reúne atletas de três países, Brasil, Quênia e Tanzânia. Os representantes quenianos são Kimosop Kiprono, campeão da Meia Maratona de São Bernardo e da etapa de Porto Alegre do Circuito Bradesco, e sua compatriota Ednah Mukhwana, vencedora da Maratona de Foz do Iguaçu e da Guarulhos Internacional. Abubaka Hamisi, da Tanzânia, completa a lista de estrangeiros.

Pelo Brasil, as atrações no feminino são Sirlene Pinho, campeã em 2006, e Gisele de Jesus, que foi a campeã militar de 2011 e 2010. No masculino, Rafael Santos, quarto colocado na 10K Brasil 2012, e o atleta militar Josilo da Lima, terceiro colocado em 2011.

Os atletas passarão por importantes vias da região, como a Marginal Tietê e a Rua Olavo Fontoura (Avenida do Sambódromo do Anhembi e do Aeroporto Campo de Marte). Sem grandes dificuldades de altimetria, a disputa deverá ser bastante rápida.

A prova presta homenagem a Luiz Gonzaga Rodrigues, sargento da Polícia Militar e importante do atletismo nacional na década de 40, que tinha o apelido de Sargento Gonzaguinha. Campeão brasileiro e recordista em diversas provas de meia-distância, Gonzaguinha foi duas vezes vice-campeão da São Silvestre.

Vantagem nacional

O histórico da Gonzaguinha favorece o atletismo nacional. Os vencedores dos últimos anos foram Cosme Ancelmo de Souza, que venceu no ano passado, Marilson Gomes dos Santos, em 2003 e 2010, Valdenor Pereira dos Santos, que faturou em 2004, João Ferreira Lima, o "João da Bota", campeão em 2006, Luís Paulo da Silva Antunes, vencedor em 2007 e 2008 e Franck Caldeira, primeiro colocado em 2009. A única vitória estrangeira neste período no masculino foi a do queniano Rugut Kipngetich, em 2005.

Entre as mulheres, Sirlene Pinho ganhou o ouro em 2006, a queniana Eunice Jeptoo foi a primeira em 2007, a baiana Edielza Alves dos Santos conquistou o bicampeonato em 2008 e 2009 e Beatriz Nascimento venceu a prova em 2010. A queniana Jacklyne Chemwek foi a mais rápida em 2011.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Gonzaguinha serve como preparação para a tradicional Corrida Internacional de São Silvestre

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade