Atletismo/São Silvestre - ( - Atualizado )

Queniana do Cruzeiro vence com facilidade e aumenta jejum brasileiro

Bruno Ceccon São Paulo (SP)

A queniana Maurine Kipchumba venceu a 88ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre com facilidade. Contratada para representar o Cruzeiro na prova disputada nesta segunda-feira, a competidora africana aumentou o jejum de atletas brasileiras na disputa.

A última brasileira a vencer a São Silvestre foi Lucélia Peres, na temporada de 2006. Desde então, ganharam as quenianas Alice Timbilili (2007 e 2010), Pasalia Chepkorir (2009), Priscah Jeptoo (2011) e Maurine Kipchumba, além da etíope Yimer Wude Ayalew (2008).

Campeã da Volta da Pampulha no começo de dezembro, Kipchumba, 24 anos, venceu com facilidade nesta segunda-feira e garantiu o triunfo ao Cruzeiro, clube que não costumava investir em atletas africanos. Tatiele Carvalho, sexta colocada, ficou fora do pódio, mas foi a melhor representante do Brasil na corrida.

A corrida – O pelotão de frente foi dominado pelas africanas desde o começo. A brasileira Tatiele Carvalho tentou se intrometer na disputa, sem sucesso. Marily dos Santos chegou a se desgarrar nas imediações do Estádio do Pacaembu, mas foi rapidamente alcançada.

Na altura do quarto quilômetro, sete africanas formavam o grupo de liderança, seguidas por Tatiele. Em seguida, a queniana Maurine Kipchumba, contratada pelo Cruzeiro para a São Silvestre, e a tanzaniana Jackline Juma Sakilu se desgarraram do pelotão de frente.

Djalma Vassão/Gazeta Press
A queniana Maurine Kipchumba não teve maiores dificuldades para vencer a Corrida Internacional de São Silvestre
Trajada com o uniforme celeste do clube mineiro, Maurine Kipchumba aumentou o ritmo e passou a liderar de forma isolada na altura do 10º quilômetro do percurso. Tatiele Carvalho era a brasileira melhor colocada na disputa, mas em papel de coadjuvante.

Com passadas largas, Kipchumba construiu uma vantagem segura na primeira colocação. No Viaduto do Chá, a queniana se deu ao luxo de olhar para trás e ganhou ainda mais confiança ao não avistar concorrentes em condições de ameaçar sua posição.

Kipchumba passou pela subida da Avenida Brigadeiro Luís Antônio com tranquilidade e entrou na Avenida Paulista sem correr riscos para cruzar a linha de chegada. Tatiele Carvalho ficou fora do pódio, mas completou a disputa no sexto lugar e foi a melhor brasileira.

Confira as primeiras colocadas da São Silvestre 2012:

1 - Maurine Jelagat Kipchumba (Quênia): 51min42s
2 - Jackline Juma Sakilu (Tanzânia): 52min11s
3 - Rumokol Elizabeh Chepkanan (Quênia): 52min50s
4 - Fekede Almaz Negede (Etiópia): 53min36s
5 - Anastazia Msandai Mhomi Ghamaa (Tanzânia): 53min42s
6 - Tatiele Roberta de Carvalho (Brasil): 54mins10
7 - Sueli Pereira da Silva (Brasil): 54mins19
8 - Nacy Jepkosgei Kipron (Quênia): 54mins51
9 - Roselaine de Sousa Silva (Brasil): 55min09s
10 - Marizete Moreira dos Santos (Brasil): 55mins34

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade